Tipos de Jaquetas Masculinas – Parte 2: Categorias Mais Comuns

0

Se você viu o primeiro post sobre jaquetas masculinas já deve estar familiarizado com nomes como trucker, bomber ou coach, mas nesse caso tratam-se de modelos de jaquetas, ou seja, nos referimos mais a design, agora o papo é sobre os tipos/categorias, que podem englobar vários modelos, pois agrupam as jaquetas masculinas por suas similaridades que podem ser volume, tecido ou finalidade, por exemplo.

Categorias (ou tipos) mais comuns de jaquetas masculinas

1 – Jaquetas jeans

Todo mundo conhece a jaqueta trucker clássica, mas ela não é a única jaqueta jeans que existe, temos tanto modelos originais como releituras de clássicos normalmente feitos de sarja, nylon ou couro.

Mas jeans não seria o material da jaqueta e não sua categoria? Mais ou menos… eu considero uma categoria porque a jaqueta jeans, mesmo quando é uma versão de uma peça esportiva, acaba ganhando um ar completamente urbano.

…….

2 – Jaquetas Puffer

Existe um formato bem básico de jaqueta puffer (foto) que é visto constantemente por aí, sem muitos detalhes, apenas com dois bolsos laterais. Contudo, jaqueta puffer é qualquer tipo de jaqueta com matelassê de costuras horizontais, formando gomos, dando a peça um volume extra e maior proteção contra o frio, pois tratam-se de roupas com uma camada de isolamento térmico, muitas vezes de plumas, bem parruda.

Jaquetas puffer são, na maioria dos casos, de nylon, mas existem versões de suede, pelica, sarja e algodão, entre outros tecidos.

Mais sobre jaquetas puffer.

…….

3 – Jaquetas de couro

Assim como as jaquetas jeans, com as de couro temos o material que muda o estilo da peça, mesmo que ela seja uma versão de algum clássico da moda masculina. O couro sempre dá aquela pegada mais radical ou rebelde e quem escolhe uma jaqueta assim raramente quer total discrição ou um look muito formal.

Duas jaquetas de couro clássicas são a Perfecto e a racer, mas temos também versões em couro da bomber, trucker e safari, por exemplo.

Veja o artigo sobre tipos de jaqueta de couro.

…….

4 – Jaquetas corta vento

Mais uma categoria de jaqueta masculina. Não depende do modelo, mas do fato de ser composta por uma fina camada de material sintético, geralmente nylon, sem forro. O estilo pode ser esportivo, casual ou até mais comportado (algumas lembram um blazer), mas o objetivo é um só: ser uma jaqueta leve e prática para proteger do vento frio, seja na prática esportiva, no passeio ou na volta do trabalho, por exemplo.

…….

5 – Jaquetas de matelassê, acolchoadas ou quilted jackets

As jaquetas puffer na verdade são um subtipo dentro dessa categoria. O matelassê consiste em pespontos feitos em tecido acolchoada a fim de criar gomos, geralmente de formas geométricas como quadrados ou losangos, embora também possam ser ondulações ou até desenhos sem forma definida, o que é mais raro. No caso das puffer jackets temos gomos horizontais que podem variar sua largura e volume de uma jaqueta para outra.

…….

6 – Jaquetas shearling ou sherpa

São as jaquetas forradas com pele. O termo shearling é mais usado para jaquetas pesadonas de couro rústico na parte externa e sherpa está mais ligado a jaquetas comuns, como a trucker de jeans ou veludo, mas todas com forro de pele. A maioria das pessoas já misturou os termos e usa apenas uma para classificar geral.

Como aquecem bastante são pouco usadas no Brasil, mas em países frios fazem muito sucesso, pois te livram de fazer um monte de sobreposições de roupas. A pele interna pode ser sintética ou natural, com o segundo caso aumentando consideravelmente o preço da jaqueta.

…….

7 – Oversized jacket

O nome já diz tudo! São jaquetas com corte largão, estilo anos 90. Elas agradam principalmente aos fãs de streetwear, que gostam de roupas com corte mais solto. Podem ser de materiais como nylon, jeans, sarja ou algodão, entre outros. Os modelos também variam da parka à bomber ou trucker, só para citar alguns, o importante aqui é o shape da peça.

…….

Nem um nem outro…

Sport jacket

Apesar do nome, ela está mais próxima, visualmente, do blazer, inclusive no comprimento. Seus bolsos são do tipo patch em certos casos, ou seja, peças de tecido costuradas por cima de sua parte frontal, mas também podem ser embutidos, como nos ternos. Outro detalhe que a diferencia do blazer e do paletó e sua silhueta menos estruturada, com ombreiras menores ou até sem elas, outras sem forro ou com meio forro. Tradicionalmente ela é feita em tecido estampado com xadrez, listras ou padrão espinha de peixe, hoje pode-se encontrar exemplares lisos, mas com alguma textura em tecidos como tweed, lã fria, poliviscose e sarja.

Na verdade a “jaqueta esportiva”, assim chamada provavelmente por ser muito usada por membros dos clubes de campo e jogadores de golfe nos anos, está entre a casualidade da jaqueta e a formalidade do blazer, embora seja mais próxima deste último.

Chore coat ou chore jacket

Eu sempre classifico como casaco, por ser mais longo, muitas vezes chegando até o final do quadril, mas não são poucas as pessoas que chamam de jaqueta. O chore coat (ou jacket) surgiu para atender a demanda de trabalhadores que precisavam de uma peça de vestimenta funcional e resistente que portasse vários compartimentos onde ferramentas e outras miudezas como porcas e parafusos pudessem ser colocados, por isso tem 3 ou quatro bolsos frontais e são feitos de sarja, sarja encerada ou jeans.

Veja mais sobre o chore coat aqui.

Overshirt

Está no meio do caminho entre a camisa e a jaqueta, visualmente se parece com a primeira, mas o tecido é mais espesso, assim como na segunda. Você pode usá-lo como se fosse mesmo uma jaqueta, sobrepondo uma camisa ou camiseta.

…….

Nota do autor

Conhecer as categorias de jaquetas masculinas é tão importante quanto saber identificar os modelos, já que as características podem ajudar na escolha da peça ideal para o uso diário ou para algum evento específico.

Esse conhecimento também ajuda a não levar gato por lebre ou a escolher o melhor material para sua jaqueta. Na verdade saber muito sobre qualquer tipo de roupa não faz mal a ninguém e ainda te ajuda a usar a peça com muito mais propriedade.

Deixe uma resposta