Papo H Podcast #43 – Vida Desconectada, Sentimentalismo Fashion, Lamborghini

05/11/2014 4 Comentários por

vitrine_podcast_papo_h_ep43Apesar de todos os avanços da tecnologia também é necessário passar algum tempo longe dos gadgets e da Internet para poder ter uma outra perspectiva da vida. Neste podcast Ricardo Terrazo Jr., Luiz Moro e Barbara Duarte falam sobre problemas trazidos pela internet e os gadgets ao seu dia a dia.

No segundo bloco relembramos nossas roupas e acessórios favoritos, aquelas peças que criaram laços sentimentais conosco, mas que foram doadas ou viraram pano de chão, mesmo contra nossa vontade.

Neste programa homenageamos Ferruccio Lamborghini, nosso homem de respeito, o italiano que resolveu enfrentar a Ferrari e criar um dos carros mais desejados por homens em todo mundo.

No final do episódio temos a leitura de e-mails com as opiniões e dúvidas de nossos ouvintes.

Feed RSS para assinar no iTuneshttp://www.canalmasculino.com.br/feed

Caso queira enviar sua mensagem, clique em contato no menu do topo ou deixe seu comentário logo abaixo.

Clique no player abaixo para ouvir o 43º Papo H Podcast  ou no link “download” para baixar o arquivo MP3.

Leia também:

Moda Masculina, Multimídia, Podcast, Tecnologia

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

4 Responses to “Papo H Podcast #43 – Vida Desconectada, Sentimentalismo Fashion, Lamborghini”

  1. Lucas Cassiano De Oliveira says:

    ilustríssimos Bárbara, Ricardo e Luiz,

    Aguardava como sempre, ansiosamente esse podcast. Sempre bem provido de assuntos distintos, de importância relevante, descontraído e divertido. De tal modo, que me faz ouvir o mesmo até duas vezes para absorver o que tem de melhor para mim.

    Estou passando pela vida desconectada por um tempo, pois quando não consigo a desconexão por vontade própria, um TILT no celular ajuda, me fazendo ir à praça que tem perto de casa mais vezes. Mesmo com triste notícia de terem colocado wifi de graça lá. Ter uma vida mais proveitosa e Espairecer a mente é ótimo.

    Não é so para passar pano no chão nao ! ah… quantas foram as vezes que peguei minha mãe usando minha camiseta para lustrar os móveis de casa, e como sempre a mesma desculpa:
    – Estava velha filho !
    Mas elas não sabem mesmo se conseguiremos comprar a mesma depois.
    Já sentimentalizei com uma marca chamada RED NOSE gostava dos tênis sempre gostei mas sempre havia aquele estreadinha que odiava….

    Vocês deram um ótimo exemplo que viver desconectado é bom e pode até produzir mais, sabe ver as dificuldades como uma oportunidade assim como o Ferruccio Lamborghini fez.

    É necessário reanalisar os fatos e ver o que é melhor para nós, muitas vezes produzindo para alcançar seus objetivos pessoais e profissionais e também vislumbrar a vida de outra dimensão.

    Me faço grato por cada dica, e seus posts estão cada vez mais inspiradores, e despertador da indução ao bom gosto.

    Lucas Cassiano.
    Analista administrativo – SP Berrini.

  2. Adam Foerster says:

    Concordo e discordo com os argumentos sobre a vida conectada.

    Concordo com a afirmação da necessidade de um tempo de reflexão e silencio diário. Também concordo com o efeito negativo da sobrecarga de informações das redes sociais. Minha vida deu uma virada de 180 graus quando eu excluí minhas contas de rede social.

    Discordo com os comentários sobre o livro versus o kindle. O kindle (e outros e-readers) não tem o pior ponto negativo dos tablets e smartphones, que são as notificações.

    Retornar ao livro de papel para mim seria como retornar a usar carroças só por causa da sensação tátil da madeira e do couro contra o plástico frio e industrial dos carros atuais.

  3. Alexandre Silva says:

    Pessoal, boa tarde! Em primeiro lugar quero parabenizá-los pelo excelente trabalho, este podcast está cada vez melhor, ou seja, conteúdo é o que não falta.

    Durante o trajeto para um cliente comecei a escutar o podcast 43, e me senti com o dever… Risos – de deixar aqui a minha opinião.

    Sinceramente achei que os meninos exageraram no saudosismo. Para que eu tenho que sentir o cheiro do livro? Hoje posso andar com a minha biblioteca no iPad.

    Pessoal, lembram da Barsa? Lembrar dos CDs? DVDs? Não tem volta. Temos que aproveitar o que a tecnologia nos oferece.

    Forte abraço,

    alexandre Silva

  4. PH says:

    Com todo respeito, mas não são apenas motores… Hehehehe. Esses monstros consomem muitas horas dos engenheiros no desenvolvimento da aerodinâmica, de sistema de frenagem, chassis, carroceria, eletrônica, etc. De qualquer forma, tudo acaba girando em torno do motor e todos os seus sistemas.

    Um abraço e ótimo podcast! Meio estranho isso, mas já criei um hábito de ouvi-los durante as folgas do trabalho e parece que já rola até um vínculo de amizade. Hahahaha

Deixe um comentário