Qual é a Diferença entre Vintage e Retrô?

4

homem_vintage_roupas_retro

A todo momento ouvimos falar de roupas vintage ou estilo retrô, e é curioso notar que muita gente usa, sem se importar, os termos vintage e retrô como se não houvesse diferença entre eles, o que não é bem a verdade! Veja mais sobre estes adjetivos e como são usados na moda:

Vintage = peças velhas + estilo marcante

tag_heuer_monaco_1971
Icônico Tag Heuer Monaco de 1971

Vintage é palavra mais comumente usada para descrever uma roupa realmente antiga, que, de preferência, foi feita antes da década de 80, apesar de muitos já aceitarem algumas peças oitentistas como sendo vintage, desde que tenham importância histórica e design duradouro. Portanto aquele trench coat ou relógio rolex que seu avô usou quando jovem e deixou de herança para você podem ser chamados assim.

É importante separar o “vintage” da “inpiração vintage” e da “aparência vintage” ou seja peças de roupa, acessórios e objetos de decoração desgastados propositalmente para parecerem velhos, pois tratam-se de produções recentes que tem seu visual modificado para que pareçam algo muito usado e antigo. Diversos jornalistas de moda e decoradores colocam tudo no mesmo balaio, mas não acho justo comparar algum badulaque barato Made in China com uma peça que pode até ter se valorizado com o tempo por suas características únicas e marcantes.

Moda vintage em resumo: uso de roupas antigas estilosas, muitas vezes compradas em brechós ou herdadas de parentes e amigos. Podem aparecer mescladas a peças mais modernas e seus desgastes (quando os tem) geram um contraste com resultados interessantes.

Peças retrô em alta: blazers de tweed, tranch coats, relógios icônicos e jaquetas de couro dos anos 50.

……

Retrô = design do passado aplicado em peças novas

homem_vintage_roupas_retro2
Coleção recente com cara de anos 50!

O retrô está mais ligado a um design que marcou uma época específica do que a data de fabricação de um produto. Atualmente na decoração o visual dos anos 50 e 60 tem feito muito sucesso e conquistado adeptos, e na  moda não é muito diferente: suspensórios, blazers de tweed, casacos com padrão “pied de poule”, relógios de bolso, estampas de poá e gravatas borboleta fazem referência a décadas passadas sem, necessariamente, serem feitos na época ou terem a aparência velha e desgastada, como no caso do víntage.

Outros mercados também sofrem influência forte do estilo retrô como o automobilístico (veja os Minis e o Chrysler PT Cruiser), design/arte (onde imperam os logos e lettering dos anos 40 e 50) e até mesmo o erótico (haja visto a quantidade de imagens de pinups que vemos na mídia diariamente).

Moda retrô: uso de roupas novas inspiradas na moda usada em outra época ou que incorporam elementos de design de décadas passadas. Também podem aparecer mescladas a peças mais modernas.

Peças retrô em alta: varsity jackets, óculos browliners (tipo clubmaster), tênis esportivos oitentistas.

4 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta