O Look Certo: Engravatado e Sem Blazer

02/10/2015 2 Comentários por

look_certo_engravatado_sem_blazerNão ter a obrigação de trabalhar com trajes formais abre todo um novo leque de possibilidades e combinações, mas não significa que você pode se vestir de qualquer jeito. Até quem dispensa o blazer, seja por estilo ou para fugir do calor mesmo, preferindo trabalhar apenas com peças casuais, tem que caprichar no visual, sobretudo quando tem que lidar com clientes frequentemente. Nesta semana vamos falar sobre um combo ideal para aqueles que prezam um look alinhado, mesmo tendo liberdade no dress code do trabalho.

Por que funciona?

Peças discretas e modernas combinadas com critério não podem nunca dar errado! Veja o exemplo da calça de sarja five pockets, uma peça com pegada jovem, mas que tem visual limpo e neutro (a cor ajuda muito), aceitando combinações com camisas lisas ou estampadas, mas que neste caso ganhou o reforço do chambray, esse tecido de algodão cuja aparência lembra jeans e a leveza lembra o linho, emprestando uma textura mais rica e interessante para a parte de cima. Como a proposta aqui é estar alinhado, mesmo com uma roupa casual, a gravata entra como o acessório que dá um arremate final ao combo, dando um ar mais profissional. O sapato de nobuck aqui é quase obrigatório, já que consegue ser descontraído sem descambar para o estilo esportivo, como acontece com a maioria dos tênis.

Obs: note a ponta gravata um pouco acima da cintura, isso seria errado no terno ou costume, mas aqui, graças a calça de sarja e a cintura mais baixa, não há problema em terminar um pouco antes do cós da calça.

Experimente…

Vestir um colete de alfaiataria em alguma cor neutra como preto, grafite, marinho, bege ou até mesmo cáqui. Um belo relógio de pulseira de couro ou aço ajuda a complementar com estilo. Em dias muito quentes aproveite para dobrar a camisa acima dos cotovelos.

Não seria a mesma coisa se…

Trocássemos a camisa de chambray por uma de algodão comum, o visual ficaria mais simples e com cara de uniforme, já que muita empresas adotam a calça de sarja clara com camisa azul como traje padrão para os funcionários.

Resumindo:

  • Não ter um dress code para seguir no trabalho não significa vestir-se de qualquer jeito;
  • Nem só de clássicos da alfaiataria vivem os looks profissionais, roupas modernas e discretas funcionam muito bem;
  • Camisas de chambray são ótimas para trabalhar e acrescentam muito ao visual;
  • A gravata dá o ar profissional que você precisa;
  • Mantenha os sapatos, mas aposte nos casuais de nobuck;
  • Um colete pode complementar o combo, mas fique com as cores neutras;

Dicas complementares:

Para gordinhos – calças com corte mais reto vão te valorizar, as slim podem marcar muito as pernas, com as camisas acontece o mesmo, o caimento “confort” não aperta, não marca e é mais confortável.

Para os baixinhos – se você acha que a silhueta está muito fatiada opte por uma calça em um tom semelhante ao dos sapatos. Uma camisa com o caimento perfeito ajuda a alongar o dorso enquanto uma com tecido sobrando te faz parecer ainda mais baixo.

Para os altões – As variações de cor nas peças ajudam a horizontalizar o look e dobrar um pouco as barras aumenta ainda mais esse efeito.

Leia também:

Destaques, Estilo

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

2 Responses to “O Look Certo: Engravatado e Sem Blazer”

  1. Roger Takada (Correspondente Internacional da Cavalaria Geek) says:

    Ótimo post Ricardo… inclusive lembrou uma situação pela qual eu passei.
    Aos finais de semana vou para meu projeto paralelo, dar aulas é uma coisa que eu amo fazer. E não há dica melhor do que estar bem apresentável para as coisa que amamos, não é mesmo?! 🙂
    Por conta disso passei a acompanhar mais o conteúdo do Canal Masculino.
    Bom, a situação pela qual eu passei, talvez você se lembre… a cada final de curso na escola, fazemos uma pequena celebração para congratular os alunos. Respeitosamente, procuro estar bem alinhado para não frustrar as fotos do queridos formandos. Certa vez, por causa do calor imenso que fazia, resolvi ir de camisa com manga curta. Mas como você disse no seu texto , apesar de não haver Dress Code no meu trabalho, eu não poderia ir de qualquer jeito. Então, optei por complementar o look com uma gravata. Estava me sentindo bem com o look, e olha que sou muito autocritico. Porém me bateu uma dúvida se eu não estava quebrando algum protocolo. 🙂
    Na época, me lembro de ter lhe enviando um Tweet perguntando sua opinião a respeito. Na verdade, sempre vi que os americanos usavam camisa de manga curta com gravata, mas nunca tinha reparado nos japoneses. Na estação de trem, pude perceber que alguns japoneses estavam também usando camisa de manga curta com gravata. Com o seu “aval” mantive a gravata. As pessoas gostaram do meu look, recebi elogios, fiquei satisfeito por ter mantido a gravata.
    No seu artigo, o modelo da foto está com uma camisa de manga longa dobrada, você inclusive recomenda dobrar a camisa acima dos cotovelos em dias com mais calor. Te pergunto, usar a camisa de manga curta aí teria o mesmo efeito no look?

    Obrigado Ricardo, e sempre, parabéns pelo o trabalho que vocês fazem. Sabem que sou de verdade super-fã de vocês. 😉

    • Ricardo says:

      Oi Roger, tudo bem? Lembro bem desse caso que você relatou!

      Quanto as camisas, a de manga longa sempre será considerada casual, portanto a camisa tradicional leva vantagem em ambientes formais.

      Por mais que você capriche no visual com a de m/c sempre dá uma impressão menos profissional e em alguns lugares usá-la com blazer ou paletó é considerado um erro grave! É por isso que a melhor opção é dobrar as mangas, você evita o calor e não quebra nenhum protocolo social ou dress code.

      Abs.

Deixe um comentário