Cores do Inverno 2016 Masculino – O Que Usar?

15/06/2016 2 Comentários por

Cores do Inverno 2016 Masculino

Quando chega o inverno uma das maiores dúvidas é sempre a respeito das cores da estação, não só o que está disponível nas lojas de moda masculina, mas também o que combinar e como combinar, afinal a estação possibilita uma gama maior de opções já que não estamos limitados apenas por uma camiseta e um jeans, como no verão, o layering dá a oportunidade de algo mais ousado e moderno.

As cores do inverno 2016 masculino segundo o Pantone

Cores do Inverno 2016 Masculino

Mesmo que alguns tons acima pareçam um pouco extravagantes para você, é bom lembrar que ninguém está pedindo para vesti-los dos pés a cabeça, até as cores mais fortes podem surgir em um look, mas não precisam ser em uma calça ou casaco, pode ser um detalhe, uma listra de uma gravata, um lenço ou o resultado de um cachecol propositalmente desbotado.

As cores do inverno 2016 masculino que você vai realmente usar!

Se é para eleger as cores que você usará mais e terá maiores oportunidades de fazer boas combinações podemos listar:

Potter’s Clay – o marrom está com tudo nesse inverno, não precisa ser exatamente este tom, ou somente este, o brick (aquele marrom vivo, cor de tijolo) e o chocolate na outra ponta, são opções que caem bem se usados com habilidade, entretanto é bom deixar claro que o potter’s clay é o mais versátil, justamente por não ser extremo, migrando também para looks de meia estação e até de verão.

Peças-chave nessa cor – calça chino e jaqueta de sarja tipo trucker ou militar.

Sharkskin – falar de cinza para homens pode parecer até redundante, mas aqui estamos tratando de um cinza mediano não muito explorado, a maioria corre atrás do grafite – e não tem nada de errado nisso – mas as vezes é bacana virar o disco, explorar novas possibilidades, e o sharkskin está aí para isso.

Peça-chave nessa cor – calça de alfaiataria, blazer e suéter.

Riverside – um azul que lembra o marinho desbotado. Antes podia ser encontrado facilmente nos jeans com lavagem média, mas agora está dando as caras em blazers, camisas, camisetas e até calças chino. Se montar um combo com o potter’s clay é sucesso na certa, o contraste dos dois funciona muito bem e ainda dá para dar um tempero com outras cores fortes como o aurora red ou o brick. Se o seu negócio é tom sobre tom, combine com o airy blue.

Peças-chave nessa cor – malha fina para sobreposição ou tricô mais pesado para os dias de frio intenso.

Warm Taupe – como pende para o neutro torna-se uma boa aposta quando se está em dúvida sobre quais cores usar. É bem versátil, dá para imaginar qualquer peça nessa cor, mas em excesso pode deixar o visual um pouco apático, o ideal é dar alguns toques com tons mais fortes.

Peças-chave nessa cor – blazer de algodão, casaco de lã.

E as outras cores apontadas pelo Pantone?

Também são bacanas, mas se você tem dificuldade em combinar cores elas podem dar um nó em sua cabeça, então é melhor ir com calma se encontrar alguma dessas por aí:

Aurora Red – ótima para dar alguma vibração ao look e chamar atenção para determinadas áreas. O tom forte pode ser balanceado se você usá-lo sobreposto por outra peça de cor fria ou neutra.

Peças chave nessa cor – gravatas, lenços e malhas leves. Para os mais ousados dá para arriscar uma calça chino.

Dusty Cedar – é um pouco rara de se encontrar nas araras das lojas, mas por ser um pouco mais discreta que o aurora red pode aparecer em peças maiores e de destaque sem saturar o visual.

Peças-chave nessa cor – jaquetas, cachecóis, moletons, camisas.

Lush Meadow – é um tom de verde que realmente se destaca na combinação com qualquer cor, mas pode ficar ligeiramente mais discreto se acompanhado de um azul, seja o riverside, citado acima, ou simplesmente o índigo do jeans.

Peças-chave nessa cor: camisetas, gravatas, tricôs e tênis de lona.

Spicy Mustard – um problema para os homens, pois muitos parecem ter um pé atrás com qualquer tom de amarelo, mas já vi alguns combos com tricôs, camisas e até casacos dessa cor que ficaram bem interessantes, talvez seja apenas uma questão de se acostumar com a ideia.

Peças-chave nessa cor: malhas, cachecóis, camisetas, moletons.

Bodacious – por se equilibrar entre o rosa e o lilás muita gente vai falar que é cor de mulher, mas vamos falar sério, ainda existe essa discussão? Use o bodacious com elegância, preferencialmente da cintura para cima, e ele pode dar uma bela valorizada no look.

Peças chave nessa cor – gravatas, lenços, malhas leves e camisas.

Ok, mas o que eu faço com minhas roupas do inverno passado?

Nada amigão, essas são apenas as cores em destaque, o que significa que as grifes devem investir nessa cartela, mas ninguém será preso se resolver colocar aquela jaqueta militar clássica verde oliva ou um pea coat marinho velho de guerra, os clássicos continuam aí e se você ainda não possui algo desse tipo, agarre a oportunidade se ele aparecer, no inverno seguinte aparecerá uma nova cartela de cores, mas nem por isso as roupas que você ama serão descartadas.

Nota:

Nos próximos posts falaremos sobre combinações de cores que estão em alta para este inverno e que podem ou não utilizar as cores citadas acima.

Leia também:

Destaques, Estilo, Moda Masculina

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

2 Responses to “Cores do Inverno 2016 Masculino – O Que Usar?”

  1. Alexandre says:

    Por acaso, hoje eu vi numa loja da Riachuelo um casaco de estilo casual da Pool na cor Spicy Mustard bem interessante.

Deixe um comentário