Papo H Podcast #1 – Metrossexuais, Retrossexuais, Rádio e Internet

15/02/2013 25 Comentários por

vitrine_podcast_papo_h_ed1

O Papo H é um podcast onde abrimos espaço para assuntos que fazem parte do universo masculino, mas que não se encaixam, necessariamente, dentro dos temas principais do Canal Masculino. Esta foi a maneira que nós encontramos de produzir um conteúdo mais descontraído e diversificado sem interferir diretamente na linha editorial do site, abordando pautas que, de certo modo, complementam tudo o que é tratado aqui e interessam a maioria das pessoas. Esperamos que vocês gostem!

Conheça os principais assuntos desta edição ou vá para o final deste post para ouvir o podcast:

Metrosexuais X Retrossexuais

beckham_clint_eastwood

Muito se fala dos metrossexuais, mas eles existem realmente ou é apenas mais um rótulo? E retrossexuais, você sabe quem são? Ouça e descubra!

O futuro do rádio na era da internet

radio_dial
Apesar de todos adorarem música e entretenimento, as rádios não passam pro uma boa fase já há algum tempo. Qual será o futuro deste meio de comunicação. Saiba nossa opinião a respeito.

Ainda neste bloco você confere um Top 5 de celebridades masculinas consideradas metrossexuais e uma dica de como desamassar roupas sem usar o ferro de passar ou um steamer.

Respostas para perguntas frequentes sobre moda e estilo

homem_de_terno
Algumas das perguntas recorrentes de nossos leitores muito bem explicadas. Sobrou até para nossa editora que teve que responder um questão sobre relacionamento!

Fale conosco!

Aliás, o nosso e-mail de contato está aberto a sugestões e dúvidas dos leitores. Caso tenha alguma informação para complementar o assunto deste podcast, melhor ainda, sua interação nos ajudará a melhorar o programa. Basta acessar nosso formulário de contato e enviar sua mensagem, preferencialmente com dados como nome completo, idade, cidade e profissão. Os e-mails mais bacanas serão lidos em nosso próximo podcast.

Links úteis:

One Tuner – App de rádio para iPhone;
Quem era Mark Simpson que cunhou o termo “metrossexual”.

Clique no player abaixo para ouvir o podcast:

Leia também:

Estilo, Moda Masculina, Multimídia, Podcast

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

25 Responses to “Papo H Podcast #1 – Metrossexuais, Retrossexuais, Rádio e Internet”

  1. Augusto says:

    kkkkk, Ri muito. Bem gente, achei MUITO bacana a iniciativa de vcs, ou melhor, ouvir vcs. Ao falar, penso que se aproximam mais da gente e os tornam como a gente, sem aquela coisa de Editor e Leitor, meio superficial. Sinto que um homem saber que roupa usar, quando usar e como usar, lavar o cabelo todo dia ( com xampu, pfvr, kkk) ou usar perfume é algo de necessidade, aliás, faz parte do convivio e do “pertencimento social”; Ora, eu saber que nao devo ir a um casamento com uma camisa do time de futebol e um nike estampado nos pés (acredite, eu já vi) é algo básico. O problema eu acho que está no exagero. Nem tanto ao céu, nem tanto a terra. Como o Ricardo diz, Bom Senso é fundamental (Pra tudo).

  2. Eduardo Moraes says:

    Ótimo poadcast! Vocês falaram muito bem sobre a embalagem atrativa e o conteúdo vazio, porque na minha opinião, pelos posts sobre vestimenta masculina que eu encontro neste blog nós encontramos o caminho para ter a embalagem atrativa e com este poadcast a gente acabou encontrando o conteúdo necessário para completar o homem contemporâneo. Tudo em pról das minas é claro!

  3. Rafael Ox. says:

    olha pra dizer bem a vdd não tenho paciência para podcast’s (vamo combina que isso já é meio over …) acho que a leitura é bem mais fluida e rapida do que a fala.

    • Ricardo says:

      Rafael,
      o problema do texto é que a) alguns assuntos tornam-se longos e massantes em texto, no podcast dá para explorá-los com uma dinâmica melhor, b) podemos ter a opinião de várias pessoas em um podcast, no texto ficamos presos a um único narrador/autor, c) texto necessita de um computador e um local de leitura, o podcast pode ser baixado para seu ipod e ouvido em qualquer lugar, a qualquer hora.

      Realmente é um o formato que não agrada a todos, mas qual agrada? É comum ouvir por aí que os posts tem que ser curtos porque as pessoas não gostam de ler textos longos, se levarmos isso a sério o Canal Masculino nem deveria ter o número de leitores que tem, pois para os padrões nosso conteúdo é muito extenso, o que para nós parece um absurdo!

      Aliás, uma de nossas preocupações foi fazer um podcast curto (média de 30 ou 40 min.) para que qualquer um pudesse ouví-lo sem perder muito tempo, a maioria dos programas por aí passa dos 90 minutos de duração.

      De qualquer forma, sempre é bom ouvir a opinião de vocês!

      Abraços.

  4. Alex says:

    adorei a proposta deste podcast mas sugiro que os apresentadores e convidados discutam os assuntos sem ridicularizarem os adeptos disso ou daquilo! De qualquer modo, parabéns e sucesso!

  5. Diego Souza says:

    Audio bom, papo bom e música de fundo legal! 🙂

  6. Eder says:

    Não parem, não parem, não parem não !!!
    Muito bacana, engraçado e instrutivo.

    Deixo duas dúvidas para o próximo:
    1) Camisa manga longa casual, por fora da calça, pode ? Se sim, qual o comprimento ideal ?
    2) Cinto casual: colocar a parte da frente da camisa dentro da calça, deixando aparecer só uma parte do cinto, ainda está na moda ?

    Ótima iniciativa, parabéns !
    Eder.

  7. Thiago Raniery says:

    Podcast simplesmente sensacional!

    Não acredito que sou um metrossexual, mas confesso que ouço MUITO isso da minha namorada. De qualquer modo, defendo piamente que homens não só podem como devem se cuidar. Esperamos tanto das mulheres com todos os padrões de beleza da atualidade mas para sermos dignos disso, acredito que devemos nos preocupar com a estética e com o estilo.

    Continuem com o podcast e, se possível, tentem colocar na Apple Store, assim os usuários de iStuff podem configurar os downloads automáticos e receber os podcasts assim que forem lançados.

    Grande abraço e continuem com o incrível trabalho de vocês.

  8. Sandro Macena says:

    Foi muito bom esse primeiro podcast de vcs, se sairam bem, eu tb estou começando um agora e apoio a iniciativa de vcs. Agora vou comentar sobre o podcast, eu com certeza não sou metrosexual, o máximo que faço e escovar dentes, tomar banho, fazer a barba e e aparar o “bonsai”, e as vezes passar gel no cabelo, mas de resto não faço nada disso, passar creme e etc. vocês falaram de rádio, mas agora existe rádio digital, assim como a tv , acredito que é interativo, não sei como. Uma sugestão de aplicativo para escutar rádio no mundo inteiro no celular é o Tune In, você pode criar uma conta e colocar suas rádios favoritas e pode acessá-las no computador em qualquer lugar. Vcs deram a solução para passar roupa sem ferro, tomando banho de água quente, mas eu odeio água quente, o que faço?

    Uma boa pauta para a próxima gravação vocês deram nessa, falar sobre homens tímidos que tem dificuldade de chegar nas mulheres mesmo após mostrar interesse, como o Estagiário de 40 anos (não lembro o nome então tirei referência do Filme Virgem de 40 anos) disse, eu estou passando por isso já conversei e tudo mas estou meio travado para o próximo passo, chamar para sair, vergonha é uma m…

    Abraços.

  9. Sandro Macena says:

    Esqueci, outra sugestão para pauta do próximo podcast é tatuagens, quem gosta, quem não gosta. Eu particulamente não curto mulher de tatuagem.

  10. Bruno says:

    Muito legal. Ficou cômico até o assunto. Acho legal o fato da rádio, traz ao site uma ferramenta “retrô” de comunicação. Porém, se tivesse um “bate-bola”, ou um vídeo-jornalismo, seria bacana, mas de repente, não se encaixa na proposta.

    Sobre o assunto, curti muito, e definitivamente não sou metrossexual. Algo que não pensei antes, mas na hora me caiu a ficha (+ um termo retrô), realmente, nós homens nos vestimos para impressionar as mulheres, como foi dito. Ninguém se veste muito bem para ele mesmo, sempre tem um ‘a quem’, mesmo que indiretamente, mas tem.

    Curti. Bem bacana.

  11. Lucas says:

    Gente, mto bom msm. Descobri esse site semana passada e até agora tenho curtido bastante. Sucesso ae para vcs!

  12. Marcus Franco says:

    O fato de um homem ser metrossexual, como já foi dito, advém do final dos anos 90 para cá, mas os homens já nas décadas anteriores, como as décadas de 70, 80 e 90 já não eram considerados. Conheço homens que já usavam xampus femininos nestas décadas, e faziam as unhas em salões de beleza também, além de cortarem e lavarem seus cabelos nos mesmos salões de beleza citado acima.
    Gostaria muito que me respondesse essa pergunta, além do fato, se os homens também dessas décadas citadas acima, usavam as camisa mais para dentro da calça do que para fora. Por favor, me responda. Abraços e obrigado.

    • Ricardo says:

      Marcus,
      o termo Metrosexual foi cunhado na metade dos anos 90, mas durante toda história sempre existiram indivíduos vaidosos, o que aconteceu nos últimos 20 anos foi o aumento dessa vaidade e a perda gradativa da vergonha de tornar isso público.

      O jeito do uso da camisa muda de acordo com a época, moda e estilo da pessoa. No início dos anos 90, com o grunge, um monte de gente começou a usar camisas de flanela por fora, até o meio dos anos 80 todo mundo usava por dentro, aí veio a moda dos camisões que eram impossíveis de serem usados desta maneira por serem muito compridos. No ambiente de trabalho sempre foi padrão a camisa por dentro, apenas na metade dos anos 90, com o crescimento das empresas de tecnologia e a chegada de milhares de jovens a altos cargos, antes ocupados apenas por quarentões, que a roupa casual passou a ser mais permitida no meio corporativo.

      Só para ilustrar um fato curioso da moda relativo a este assunto: lembro que entre 87 e 88 pegou, aqui no Brasil, usar a camiseta por dentro da calça na parte de trás e por fora na frente, parecia que o sujeito estava usando uma fralda, mas não havia um adolescente que saísse para a balada de outro jeito. Pouco tempo depois a moda era usar a blusa de moletom por dentro da calça! Era horrível, mas todo mundo se achava o mestre do estilo, resultado de viver em um país sem informação de moda e que estava isolado, culturalmente, do resto do mundo.

      Abs.

  13. Marcus Franco says:

    Antes de mais nada, gostaria de agradecer a resposta que me deu à minha pergunta, e gostaria de parabenizá-lo pelo site, e te digo que já reparei mesmo que alguns indivíduos tem a mania de usar moletom para dentro da calça, além de pulôver e suéter também, lógico, acreditando que se usem menos hoje em dia, mas uma coisa é certa, e eu venho reparando que a moda de se usar qualquer tipo de camisa para dentro da calça hoje em dia, está diminuindo, reparei isso, desde o ano de 2000 para cá. Não sei se foi a mudança de século, ou se foi devido a geração, que no caso é a minha, do finalzinho dos anos 70 para cá, que já estavam usando todo tipo de camisa mais para fora do que para dentro, e com isso, a geração mais velha começou a usar também todo tipo de camisa mais para fora do que para dentro da calça. Reparei também, que no início deste século, muitos homens começavam a usar a camisa mais afofada para dentro da calça, dando a impressão que estavam usando a mesma também para fora, o que eu chamava o indivíduo de “em cima do muro”, pois o mesmo não se decidia se botava a camisa para dentro ou para fora da calça. Não sei se concorda comigo, mas foi isso que reparei nos últimos anos. Abraços, Marcus Franco.
    Obs: Por incrível que pareça, me considero da geração mais velha e gosto mais de usar todo tipo de camisa para dentro da calça, às vezes uso para fora da calça, ou seja, no dia em que está mais quente. Sempre uso todo tipo de camisa para dentro da calça quando estou vestindo jaquetas, ternos, blazers, pois eu acho estranho de usar todo tipo de camisa para fora da calça, além de eu sentir mais frio quando estou com estas vestimentas. As únicas vestimentas que não uso e nunca usei para dentro da calça são os pulôveres, moletons e os suéteres, mas acompanhando todo tipo de camisa para dentro da calça, pois eu acho estranho usá-las para fora também, além de eu sentir mais frio usando elas para fora.

    • Ricardo says:

      Marcus,
      as únicas peças de roupa que são usadas por dentro da calça são as camisetas e camisas, o restante fica por fora. Usar dessa maneira ou não é uma escolha de estilo de cada um ou uma exigência do ambiente onde a pessoa se encontra, quanto mais formal, mais alinhado você deve estar. Hoje existe quem use só uma parte da frente por dentro, foi uma maneira que o homem encontrou de mostrar o detalhe do cinto e alongar um pouco as pernas, não é errado, mas é totalmente informal.

      Abs.

  14. Marcus Franco says:

    Antes de mais nada, gostaria de agradecer as respostas, mas o que eu lhe perguntei será uma verdade ou não? Por incrível que pareça, nunca encontrei esse tipo de dúvida na internet, mas foi uma coisa que reparei do final dos anos 90 para cá, pois lembrando de homens de décadas anteriores, de como se vestiam em novelas, filmes e seriados nacionais antigos dessas décadas e vendo as novelas, filmes e seriados nacionais de hoje em dia, vejo que houve uma certa mudança no vestuário masculino. Sérá que a minha teoria está correta? Gostaria muito que me respondesse a essa pergunta.
    Uma outra pergunta que lhe faço novamente, além da citada acima, é o fato que vocês abordaram no áudio gravado por você e sua equipe, que antes de mais nada estava muito bem produtivo. Mas uma coisa me criou algumas dúvidas quando se falou do retrossexual e do
    metrossexual quanto ao fato de existirem diferenças entre esses. Tanto no áudio quanto em outros sites que pesquisei, a definição de retrossexual é o homem avesso ao metrossexual. Em outros sites que pesquisei, a definição de retrossexual para eles são homens que não tem o mínimo de vaidade, como usar um creme hidratante se a pele estiver ressecada, deixa sempre a barba por fazer, usando a gilete e o creme de vez em quando, e normalmente com uma loção pós-barba com álcool, não se importando em usar pós-barba sem o mesmo, gosta de usar somente sabonete ao invés de xampu para lavar a cabeça, quando fazem as unhas, gostam muito de cortá-las ou de roê-las, sempre dispensando a lixa de unha, normalmente gostam de ir à barbearia, e se a barbearia possui o serviço de lavar antes ou depois a cabeça com xampu, nega de lavá-la na hora, alegando que essas coisas não são de homem, dispensando com isso o salão unissex, gostam de se mostrar o garanhão da hora, pois sabem que existem mulheres que idolatram este tipo de cara, que por incrível que pareça, sabem satisfazê-las amorosamente e sexualmente, gostam de tomar cerveja no gargalo ao invés de usarem copos, quando cozinham, gostam de fazer o mínimo de comida possível, não se importando no que vão comer, não sabem a loja em que compram suas roupas e vestem qualquer coisa, descombinando ou não sem querer as roupas que usam, também assistem programas de lutas como UFC, entre outros, e futebol na TV, entres outras coisas. Quanto ao áudio que vocês abordaram esse tema, o retrossexual é tudo isso que eu descrevi acima? Ou seja, até xampu estes indivíduos deixam de usar? De fazer as unhas usando lixa no final? De pelo menos usarem um creme hidratante quando a pele estiver ressecada, para evitar feridas posteriormente? Esse tipo de pessoa não usa esses produtos para o bem de sua saúde? Quando citaram atores estrangeiros, vale tudo isso que citei acima? Gostaria de perguntar também de atores nacionais, entre outros, como Antônio Fagundes, José Mayer, Tony Ramos, entre outros da geração mais antiga ou mais nova da televisão, do teatro e cinema brasileiros. Eles podem ser considerados retrossexuais e fazerem tudo que citei dos mesmos anteriormente? Esse tipo de homem já está acabando? Me desculpe pelas perguntas estarem muito grandes. Abraços, Marcus Franco.

    • Ricardo says:

      Marcus,
      não entendi qual é sua dúvida! Claro que os homens de hoje não se vestem mais como os dos anos 80 ou 90, a moda, mesmo a masculina, muda o tempo todo, mudam estampas, corte, caimento, cores e tendências, muitas delas refletindo o momento que vivemos.

      O termo retrossexual ainda causa controvérsias, muita gente o considera como definição do homem largado, sem nenhuma preocupação estética, outros, incluindo nós do Canal Masculino, acreditamos ser o homem que mantém sua elegância com pouco, está sempre alinhado graças a seu visual conservador, muito distante deste ogro que rói as próprias unhas e não usa xampu. Enfim, tudo o que já foi dito no podcast.

      Quanto a estes atores que você citou, não tenho ideia dos hábitos deles para poder fazer um comentário.

      Abs.

Deixe um comentário