Dica: Cuidado Com as Roupas Muito Estilosas

10

casaco-moletom-estiloso-botoes

Parece meio contraditório afirmar isso em um site onde o estilo é uma das principais pautas, mas a realidade nos mostra que uma peça de roupa muito marcante pode atrapalhar ao invés de ajudar. A imagem usada como exemplo logo acima é uma boa maneira de ilustrar essa afirmação: o blusão possui tantos detalhes diferentes – dentre eles seus bolsos, botões, cotoveleiras, forros e arremates em couro – chegando até a poluir um pouco o look, o que pode piorar ainda mais se você investir em pulseiras, um relógio bonito e um óculos chamativo, peças que não passarão despercebidas.

O ideal nestes casos é procurar peças mais simples e acertar na combinação sem tentar inserir algo que tenha todos os detalhes do universo condensados, aliás eu diria que esse é um dos maiores erros dos homens, principalmente daqueles que escolhem um péssimo jeans combinado com tênis de academia e apostam todas suas fichas em uma camisa cujos punhos são de uma cor, o colarinho de outra e o restante é florido. Desculpe, mas o ato de vestir-se bem trata do conjunto e não de um item isolado.

moletom_calca_look_basico
As vezes é melhor ter peças simples e intercambiáveis.

Outro problema desse tipo de peça é que ele se torna facilmente reconhecível, marcando a memória das pessoas que te encontram sempre, fazendo parecer que você está sempre com a mesma roupa. Nem preciso dizer que não é para isso que a gente gasta nossos trocados e que a intenção é parecer diferente mesmo dentro de seu estilo de sempre.

Como evitar esse tipo de problema:

  • Compre roupas cujos detalhes sejam elegantes, bonitos e sutis;
  • Cuidado com tecidos com brilho ou padrões muito extravagantes;
  • Procure equilibrar as peças e caso alguma delas se destaque cuide para que não seja em uma parte de seu corpo para onde você não quer atrair olhares;
  • Antes de declarar como perfeita sua combinação, veja se algo não ficou de fora, principalmente óculos e relógios. Se for o caso, vista-os e reavalie o look;
  • Bolsas também contam, aquela sua mochila do Homem de Ferro com olhos que acendem de verdade, por exemplo, já é um chamariz e tanto! Pense em algo não tão espalhafatoso ; P

Obs: eu não estou dizendo que você não pode ter esse tipo de roupa em seu armários, apenas que não é um bom investimento ter muitos itens assim e limitar suas escolhas. Se a roupa te agrada e está dentro do orçamento não há problema em comprá-la, entretanto é importante saber que o retorno do investimento será mais demorado, ou pode até não ocorrer se ela sair de moda ou deixar de servir em você. Lembre-se, até estilo em demasia é ruim.

10 COMENTÁRIOS

  1. Fantástico! Interessante e diferenciado artigo!
    Ricardo, se não for pedir muito, seria legal se você pudesse fazer uma tabela simples e rápida com alguns tipos de roupas que costumam ser chamativas pra gente ter uma noção melhor e do outro lado da tabela a peça “contra tipo”.
    Ex: Camisas: Xadrez Vichy x Camisa Jeans
    Calça Vinho x Calça Caqui
    Óculos espelhado x Óculos acetato preto
    All star couro x Sapatênis comum
    Etc, não sei se sei explicar também. rsrsrs

  2. Acho que um dos principais problemas que o homem passa (e a mulher também) quando começa a se interessar por vestir-se melhor é ser mais estiloso(a) é justamente esse, não saber equilibrar e acabar comprando roupas chamativas demais.
    O resultado disso é um guarda roupa lotado e ao mesmo tempo nenhuma opção pra sair por nada combinar.
    Ótimo post, obrigado pelas dicas! Com certeza serão muito úteis.

Deixe uma resposta