Papo H Podcast #79 – Relacionamentos Complicados, Beber Socialmente, Filmes Esquecidos

11/02/2017 16 Comentários por

Quem nunca teve um relacionamento complicado? Existem diversos elementos que complicam o namoro ou  casamento, as vezes são culpa do casal (ciúmes, traição, incompreensão, falta de diálogo), mas também podem ser um fator externo (família, amigos, trabalho), o importante é não só tentar resolver os problemas que aparecem, como saber a hora certa de pular fora! Neste episódio do Papo H, Ricardo Terrazo Jr., Barbara Duarte e o sábio Carrasco analisam os casos de relacionamentos problemáticos e algumas saídas possíveis para quem tem que lidar com isso.

Beber um pouco com os amigos é muito bom para descontrair, contudo o exagero pode levar a situações constrangedoras, brigas e até demissões. Entenda no segundo bloco qual é a distância entre beber socialmente e ser um bêbado inconveniente.

Você já notou que existem alguns filmes que simplesmente foram esquecidos pelo público ou por canais de TV? Muitas obras premiadas nas últimas décadas não dão as caras na telinha e ninguém mais comenta sobre elas. Qual será o motivo disso? Ouça o terceiro bloco do Papo H para saber nossas teorias e os filmes esquecidos que sentimos falta na programação ou no catálogo de streaming.

Obs: a foto do topo ilustra bem esse podcast, não é? Tony Stark e Pepper Pots tem um relacionamento complicado, em parte porque ele tem um probleminha com bebida (entre outras coisas), mas a parte boa é que Homem de Ferro não foi esquecido e vive passando na TV!

Instagram do Carrasco

Visite e siga o Instagram do Carrasco, é o @harleysdesampa, tem muita foto bacana para quem curte as clássicas motos Harley Davidson.

Dê sua opinião

Caso queira enviar sua mensagem, clique em contato no menu do topo ou deixe seu comentário logo abaixo.

Assine

– Abra o iTunes > Clique em arquivo > Selecione Assinar Podcast > Cole a URL abaixo no campo indicado.

– Feed RSS para assinar no iTuneshttp://www.canalmasculino.com.br/feed

Clique no player abaixo para ouvir o 79º Papo H Podcast  ou no link  “download” para baixar o arquivo MP3.

Leia também:

Multimídia, Podcast

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

16 Responses to “Papo H Podcast #79 – Relacionamentos Complicados, Beber Socialmente, Filmes Esquecidos”

  1. Lucas Cassiano de Oliveira says:

    Olá queridos !

    Ouvir Papo H pra mim é essencial, ainda mais agora com a ilustre, inteligente e viajada presença do Carrasco no elenco fixo, e isso é demais !
    Apesar de não ter tido comentado anteriormente não deixei de ouvir todos.
    Sobre relacionamentos, há configurações peculiares como gosto e rotinas pessoais de cada um. Sabe, quando um duas pessoas se junta ou casa vejo que cada um entra pra dentro da casa com uma mochila invisível com suas histórias do passado de infância juventude e isso acaba formando uma personalidade que o outro terá de ter resiliência e maturidade para sabe lidar. Deixar a racionalidade e o bom senso falar mais alto que o sentimento é a atitude mais inteligente a se tomar.
    Quero agradecer por fazerem me sentir confortável e pela amizade podcastal !

  2. WILSON SOUZA says:

    Bom dia, boa tarde e boa noite.

    Sobre relacionamentos complicados a minha dica é simples e bem conhecida “antes só do que mal acompanhado”, acredito que não existem relacionamentos perfeitos e sim relacionamentos que dão certo, sou casado há 15 anos tenho 2 filhos, vivo em um relacionamento que deu certo e não imagino-me viver em um relacionamento complicado, conheço algumas pessoas que vivem desta forma por medo de ficar só, autoestima baixa (deposita sua felicidade no outro), ou conveniência, para mim nenhuma das opções é valida, problemas todos tem, dificuldades todos enfrentam, mas a relação ser o problema ou a dificuldade, no mínimo está na hora de se rever alguns conceitos.

    Para encerrar minha participação aqui, gostaria de dar uma dica para tema de um próximo podcast: ‘Jogos de Tabuleiros’ ou melhor ‘Board games’ como são chamados os jogos de tabuleiros modernos, sou da geração anos 80 e conheci este Hobby através dos tabuleiros clássicos Banco Imobiliário, War e Detetive, com os videos games este jogos ficaram fora de moda, mas nos últimos anos novos board games tem surgidos como Ticket to Ride, Carcassonne e Catan, e muitas pessoas tem voltado a se reunir nas mesas para jogar neste modo off line, no site http://ludopedia.com.br/ poderá encontrar boas informações, hoje já existem jogos de diversos temas e até mesmo luderias espalhadas nas grandes cidades.

    Bom meu comentário já ficou muito grande, então um abraço a todos e parabéns pelo papo h, canal masculino e bazar pop.

    Wilson Souza / SP

  3. Pedro Henrique says:

    Gostei muito da parte dos filmes. Como sou de 1989 já assisti alguns e outros nunca tinha ouvido falar. Anotei alguns para assistir em eventuais “sessões nostalgia de uma época que não vivi”… Hahahaha

    – Beleza Americana
    – Matrix (não entendi nada na época)
    – Aventureiros do Bairro Proibido
    – Goonies
    – Dança com Lobos
    – JFK
    – Tomates Verdes Fritos

    Vai ser bom pra variar entre filmes mais recentes e acompanhamento de séries (atualmente estou assistindo TWD, que não é lá essas coisas, mas é um bom entretenimento).

    Valeu.

  4. Francisco says:

    Cumpri minha meta.

    Me desafiei a terminar todos os episódios do podcast antes que fosse lançado o Octogésimo.

    Resumo: Vocês são demais. Obrigado.

    Listo algumas melhorias que, durante esse período que os ouvi, foram sentidas em minha vida e comportamento:

    1 – Mudei totalmente minha visão de estilo e guarda-roupas masculino. De polo e sapatênis para blazer feitos sob medida e camisas ajustadas ao corpo. Hoje sei exatamente o motivo de estar vestindo cada peça que escolho. As pessoas me olham de outra forma, mais respeito.

    2 – Olha a ironia, esse podcast me fez controlar o meu vício em ouvir podcasts. Eu ouvia podcast a todo momento e em qualquer ocasião, percebi que isso estava prejudicando a minha iteração com as pessoas, no trabalho, em casa, na rua. Agora ouço apenas na academia ou no carro. As pessoas começaram a perceber e comentar isso também. Diminuí em quantidade e prezei pela qualidade. (O Papo H é prioritário)

    3 – Comprei um Kindle e em um mês já li mais livros que o ano passado inteiro. Meu consumo exacerbado da mídia podcast fez-me esquecer o quão maravilhoso é um livro.

    4 – Montei uma planilha baseada no guarda-roupa cápsula (post desse blog) pra mim, e um baseado no blog da Barbara pra minha esposa, montei também planilhas de investimento anual para nós dois, para que possamos a cada ano, se necessário investir em peças chaves e atemporais, montando esses guarda-roupas aos poucos e com paciência.

    Hoje me sinto um homem melhor, já havia trabalhado minha mente, meu corpo e agora trabalho minha imagem.

    Querem saber o resultado? Já consegui uma promoção no trabalho, os colegas de trabalho já começam a me perguntar e tentar se vestir como eu, minha esposa procurando também se vestir bem, por que já percebe os olhares das outras mulheres na rua.

    Enfim, desculpem o comentário gigante. Foi a forma de tentar agradecer por tudo que fizeram sem ter ideia de que estavam fazendo.

    Novamente, Obrigado.

  5. Victor says:

    Tá dando erro o download do episodio no PocketCast no android, acredito não ser problema do app, visto que consigo baixar e escutar de outros podcasts. Se poderem ver isso, agradeço.

  6. WILSON SOUZA says:

    Francisco, me identifiquei muito com os seu texto, pois também já fiz maratona dos podcast, já mudei muito meu guarda roupa, já havia comprado um Kobo (leitor digital semelhante ao Kindle) e passei a voltar a ler mais e até fiz uma planilha kkkk.

    De fato o Canal Masculino tem ajudado e muito a nos vestir melhor e se comportar também melhor, e o mais legal sem frescuras.

    então só posso dizer também, obrigado.

  7. Francisco says:

    Exato Wilson,

    e olha que tentei resumir, se for entrar em detalhes de quantas coisas já mudou, ficaria um bom tempo e ocuparia um bom espaço.

    Sempre fui muito detalhista em tudo na minha vida, mas nunca havia me preocupado com a minha forma de me vestir.

    Olha o mais interessante, a minha mãe é costureira, e das boas.

    Fiz um limpa no meu guarda-roupas, peguei as peças que tem qualidade, levei pra ela ajustar, ficaram maravilhosamente perfeitas. Sem dizer que ela está achando o máximo, cuidar do filhinho querido dela. 🙂

    Enfim, o Papo H, a Bárbara, o Ricardo, o Luis e o Carrasco ajudaram demais.

    Não somente na forma de me vestir, mas no meu comportamento e interação com as pessoas, na minha busca pela melhoria constante para ser sempre uma versão melhor que ontem.

    Agora chega não é? Muita rasgação de ceda nesses comentários.

    Mas o Papo H pra mim é tipo “Shut up and take my money”.

    🙂

  8. Derzu says:

    Olá PapoH,

    Gosto bastante do podcast.

    Matrix é um excelente filme, um clássico, e as 2 continuações são ótimas. Mas vocês falaram: “por conta da continuações ruins, ele viveu aquele intervalo que ninguém mais falou do Matrix”, mandaram mal aí.

    Abraços.

Deixe um comentário