Papo H Podcast #24 – Obsolescência Programada, Action Figures, Os 300 de Esparta

13/01/2014 6 Comentários por

vitrine_podcast_papo_h_ep24

Não é triste saber que a maioria de seus gadgets preferidos tem um prazo curto para tornarem-se obsoletos? Neste podcast Barbara Duarte, Ricardo Terrazo Jr. e Luiz Moro falam sobre a obsolescência programada, a maneira que a indústria encontrou de fazer você consumir desesperadamente.

No segundo bloco lembramos dos action figures que marcaram nossas vidas e analisamos o que há de real ou não na história dos 300 de Esparta que foi contada em quadrinhos e cinema.

No último bloco temos nossa tradicional leitura de e-mails e, de quebra, ainda tiramos algumas dúvidas sobre estilo masculino.

Feed RSS para assinar no iTuneshttp://www.canalmasculino.com.br/feed

Caso queira enviar sua mensagem, clique em contato no menu do topo ou deixe seu comentário logo abaixo.

Leia também:

Multimídia, Podcast

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

6 Responses to “Papo H Podcast #24 – Obsolescência Programada, Action Figures, Os 300 de Esparta”

  1. Rubens Cavalheiro says:

    Curti, futuramente vocês vão ter o feed oficial dentro do iTunes, melhor para assinar/escutar direto pelo App Podcast.

  2. Grégore says:

    Opa! Já era hora! kkkkkk
    Infelizmente escutei todos, agora é ficar na espera pelo próximo!!!

  3. Felipe Nunes says:

    Parabéns pelo podcast, de muita qualidade e sempre com ótimas dicas, escuto desde o começo, por indicação do do WeRGeeks, nunca havia comentado antes pois não achei que teria o que acrescentar. Eu sou estudante de Engenharia Elétrica, além de um curioso acerca de Economia, e gostaria de dar os meus pitacos acerca de obsolescência programada, uma questão sobre a qual eu sou bastante cético.

    Essa questão das coisas serem duráveis é complicada, fazer uma coisa que dure mais custa mais caro, tornando-as menos acessíveis, esse custo maior pode acabar não valendo a pena nem para o próprio consumidor. Não acredito muito em “conspirações” como essa das lâmpadas, se isso realmente fosse verdadeiro, alguma nova empresa poderia fazer produtos que durassem mais, vendendo mais que as outras. Quantos aos eletrônicos, não faria muito sentido fazer um computador ou smartphone que dure 10 anos, se em alguns anos a maioria das pessoas iria trocar, por ter um que faria as mesmas coisas de maneira melhor e mais eficiente. Troca todos os anos quem seja muito consumista ou tenha muito dinheiro sobrando, mas são esses lançamentos constantes que possibilitam o avanço tecnológico, que faz com que tenhamos a possibilidade de adquirir coisas cada vez melhores.

    Enfim, fica aí um ponto de vista diferente sobre o tema e continuem com o bom trabalho.

  4. Filipe da Costa says:

    Caros amigos,

    Conheci o site em Julho de 2012 e com um conteúdo bem exposto e muito bom virei fã. Admito que inicialmente não fiquei muito animado com os podcasts por causa da qualidade da gravação. Mas então ouvi o quarto podcast que sofreu uma melhora absurda, juntando isso com a edição muito bem feita, afinal não é em qualquer podcast que podemos ouvir blues, jazz e rock da melhor qualidade, fiquei viciado….
    Tenho 22 anos, sou baixista e também trabalho na área de TI como programador. Continuem com o trabalho excepcional. Um grande abraço.

Deixe um comentário