Testamos: Smartphone Motorola Moto X Force

23/12/2015 Sem comentários por

motorola-motox-force-smartphone-01

Se o Moto X Play agradava pela duração da bateria e o Moto X Style pelo design e tela, mas o que você queria mesmo era tudo isso em um smartphone parrudo como um Moto Maxx , a Motorola parece ter ouvido suas preces com o Moto X Force.

O gadget que tenho em mãos para teste reúne uma lista de prós invejável, mas nada parece ser tão desejável quanto a tela ultra resistente (ok, nós curtimos a câmera e a bateria também!) que pode despencar de suas mãos, bater contra o concreto e permanecer intacta!

Resistente!

motorola-motox-force-smartphone-camadas-tela

A tecnologia desenvolvida para a tela Moto ShatterField possui por 5 camadas compostas por materiais que absorvem o choque e são comprovadamente resistentes a estilhaçamento. A primeira é a camada externa protetora desenvolvida pela Motorola; a segunda uma lente projetada para ser mais flexível do que vidro; a terceira é a dupla camada sensível ao toque, onde a redundância garante vida útil maior; a quarta é a tela AMOLED flexível capaz de absorver impactos, além de proporcionar imagens fantásticas, e, finalmente, a quinta camada; um chassi de alumínio que suporta todo o conjunto, garantindo a durabilidade.

Na ocasião do lançamento do Moto X Force eu cansei de jogá-lo em cima de uma superfície de concreto de uma altura de aproximadamente 1.60m e nada aconteceu, o sistema de cinco camadas funciona mesmo!

Tela

motorola-motox-force-smartphone-03

Quem ficou decepcionado com a mudança no Moto X Play e no Moto X Style para LCD, vai comemorar a volta do AMOLED em grande estilo, com fidelidade de cores não encontrada anteriormente no Moto X de segunda geração. O display de 5.4 polegadas Quad HD (2560X1440) tem uma nitidez incrível, principalmente se você ama jogar e ver vídeos em seu smartphone. Eu aprecio muito o preto verdadeiro do AMOLED que dá uma profundidade completamente diferente para as imagens, além de poupar energia quando acionamos a MotoTela para ver notificações sem destravar o aparelho. Entretanto nem tudo são flores: a tela perde em brilho para a do Moto X de segunda geração e outros aparelhos na mesma faixa de preço, infelizmente.

Acabamento e design

motorola-motox-force-smartphone-02

O design do Moto X Force lembra muito o Moto X Play, mas com acabamento superior que dá a sensação de algo realmente resistente e valioso. Com o Moto Maker você pode escolher combinações de cores para alto falantes e câmera, escolher uma das opções de capas que podem ser em nylon balístico ou couro e ainda gravar uma mensagem nela.

Talvez seja por causa da textura, mas a capa de nylon balístico deu impressão de ajudar na hora de segurar o aparelho, enquanto é inegável que as versões em couro são mais bonitas e sofisticadas. Se fosse escolher, acho que não resistiria ao couro.

Bateria

Segundo a Motorola, ela pode durar até 36 horas com uso moderado, e garanto que consegui chegar bem perto disso em meus testes com recursos mais leves (redes sociais, envio de mensagens, fotos e um pouco de reprodução de áudio em Wi-Fi), na hora de exigir mais do hardware com games, Youtube, Netflix, gravações de vídeo e fotos, a bateria chegou a durar incríveis 18 horas (Wi-fi/4G). Não cheguei a tentar esgotar completamente o smartphone, fazendo tarefas extremas, tipo uma maratona de Jessica Jones ou Narcos intercalada por partidas de algum game pesado, acho que seria pedir por um milagre, mas deu para depositar minha confiança na bateria!

Carga rápida!

A recarga deste gadget é feita com o TurboPower 25, o carregador mais rápido do mundo, e confesso muitas vezes fiquei mal acostumado: colocava o aparelho na tomada por apenas alguns minutos e quando via, já tinha quase meia bateria disponível, durando umas 1o horas, então comecei a perder a paciência com os outros smartphones que estão comigo, descarregavam rapidinho e demoravam muito tempo para recarregar.

Câmera

Não há muita novidade aqui, já que o hardware é bem parecido com o encontrado nos modelos Moto X Play e Moto X Style, ou seja, câmera traseira de 21 megapixels, abertura de f/2,0, sensor Sony IMX230, o flash duplo com equilíbrio de cores, mostrando que não se mexe em time que está ganhando! O mesmo vale para a câmera frontal, continuam os 5 MP, lente grande angular para que mais pessoas saiam na foto e flash frontal para condições de pouca luz.

Como de costume fiz alguns testes com a câmera traseira e esse foram os resultados que obtive:

As fotos estão do jeito que foram tiradas, sem nenhum tipo de tratamento para melhoria de cores ou luminosidade.

Processador e desempenho

O Qualcomm Snapdragon 810 de 2.0 GHz com CPUs octa-core e 3 GB de memória dá conta das tarefas mais pesadas, mas tem um probleminha: esquenta bastante! Tive impressão que nessas horas ele dá uma engasgada. Consultando outros reviews encontrei mais gente que notou o mesmo, então é muito provável que isso seja realidade e não só uma impressão minha, uma pena!

Armazenamento

Com 64 GB é possível encher o gadget de música, vídeos e fotos sem ficar se preocupando a todo momento em apagar arquivos. Não entendo os smartphones que vem com um hardware poderoso, mas só oferecem 16 GB! Onde vou guardar aquele vídeo 4K?

Também é possível expandir essa memória para até 2 TB (Jesus!), mas para isso você deve sacrificar o espaço do segundo chip, logo, não poderá trabalhar com suas operadoras!

Preço

Toda essa resistência  e durabilidade tem um preço! Enquanto o Moto X Play pode ser encontrado por R$1.399,00 e o Moto X Style custa R$2.499,00 (excluindo as promoções que já rolam por aí), o Motorola Moto X Force emparelha com modelos top de linha de marcas como a Samsung, Sony e LG, por R$3.149,00.

Conclusão

O Motorola Moto X Force é um bom aparelho para quem sempre tem um mini ataque cardíaco toda vez que derruba o smartphone no chão e passa o dia inteiro longe de uma tomada, vivendo preocupado com a duração da bateria, mas que pode fazer muita gente pensar duas vezes antes de comprá-lo por causa do preço um pouco salgado.

Apesar da luminosidade da tela, que poderia ser melhor, e do processador esquentadinho, é um aparelho que me agradou muito, com qualidade, bom desempenho, boa câmera e maravilhosos 64 GB de armazenamento que me fazem não sentir tanta saudade do meu finado iPod Classic de 120 GB. Como quebrei recentemente a tela do meu Moto X de segunda geração em uma queda besta, a ideia de algo tão resistente é extremamente sedutora.

Veja também nossa avaliação do Moto X Style e do Moto X Play.

Leia também:

Destaques, Tecnologia, Wishlist

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.
No Responses to “Testamos: Smartphone Motorola Moto X Force”

Deixe um comentário