Papo H Podcast #61 – Bad Grooming, Como Não Conquistar Mulheres, Assertividade

02/11/2015 8 Comentários por

vitrine_podcast_papo_h_ep61

Grooming é um termo em língua inglesa que, a grosso modo, pode ser traduzido como “aparência” ou “cuidados com a aparência”, algo que muito homens simplesmente negligenciam, por preguiça ou por mero descuido. Mas o que pode parecer apenas um detalhe, não passa despercebido pelas mulheres e foi justamente por isso que Ricardo Terrazo e Barbara Duarte convidaram a jornalista e radialista Samantha Mahawasala para listar as falhas na aparência que comprometem os rapazes perante o sexo oposto. Fique ligado para saber se você não está cometendo os mesmos erros!

É muito comum receber spams ou encontrar anúncios nas redes sociais de algum espertalhão prometendo ensinar os segredos para conquistar qualquer mulher. Visitamos alguns destes sites e falamos a respeito da famosa “cantada” e estas dicas que podem se mostrar um verdadeiro tiro no pé de quem acha que está arrasando com o mulheril.

Você sabe o que é assertividade? O termo tem ganhado atenção das pessoas e tem aparecido cada vez mais na mídia. Saiba porque ser assertivo é fundamental em seu meio social, na vida profissional e até na internet.

Dê sua opinião

Caso queira enviar sua mensagem, clique em contato no menu do topo ou deixe seu comentário logo abaixo.

Assine

– Abra o iTunes > Clique em arquivo > Selecione Assinar Podcast > Cole a URL abaixo no campo indicado.

– Feed RSS para assinar no iTuneshttp://www.canalmasculino.com.br/feed

Clique no player abaixo para ouvir o 61º Papo H Podcast  ou no link  “download” para baixar o arquivo MP3.

Leia também:

Grooming, Multimídia, Podcast

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

8 Responses to “Papo H Podcast #61 – Bad Grooming, Como Não Conquistar Mulheres, Assertividade”

  1. Evaldo Maciel (Dinho) says:

    Fazer a barba no salão não esta tão caro, no meu caso cabelo e barba sai por 45 reais. Quando vou para fazer apenas a barba pago somente 20 reais, isso geralmente em 15 e 21 dias.

  2. Evaldo Maciel (Dinho) says:

    PS: Pedi uma versão mobile do site antes, como não foi possível, que tal implantar o Disqus aqui para que possamos acompanhar as respostas no comentários e o mais importante, corrigir os erros de digitação? Vacilei no último comentário. 😛

    Abraços e “camigol”.

    • Ricardo says:

      Evaldo,
      Eu estou cuidando do site mobile, aguarde! O Disqus eu tentei implantar logo no início, mas houve um problema conflito com algum plugin que não consegui identificar e acabei desabilitando a função. Vou tentar por todas essas coisa em prática com o novo layout.

      Abs.

  3. Ricardo Carvalho says:

    Olá Ricardo e Barbara, tudo bem?
    Escudo vocês a algum tempo e é a primeira vez que consigo montar um comentário.
    Com isso quero agradecer as dicas que vocês apresentam nos Podcast’s de forma simples e objetiva.
    Com relação ao Podcast 61 realmente vocês conseguiram se superar, pois muito do que foi falado procuro praticar com relação aos cuidados com meu corpo e minha aparência física (visual e de odores), porem tenho um filho de 12 anos e sempre tenho que cobrar dele essa assepsia/cuidado corporal mas já ouvi de amigos que homem não precisa se preocupar com essas coisas, fiquei contente em escutar uma mulher que esta disponível e em busca de relacionamentos que isso realmente é importante e gera um diferencial para a pessoa, então creio que vou continuar cobrando isso do meu filho e acho que vou coloca-lo para ouvir umas partes do Podcast.

    Obrigado

    Ricardo Carvalho (42anos)

  4. Koudi Nakano (Ronin) says:

    Uma reverência caríssimos,

    Quanto aos pelos corpóreos, no meu caso, quase não há… eu não tenho nada de pelos no peito, braços e costas, chegando a o ponto de me perguntarem (com certa frequência) se me depilo ¬¬’, (característica genética que minha irmã adora, já que ela não precisa ficar depilando as pernas). Apesar de gostar do aspecto de limpeza confesso que fico meio frustrado por que também a barba me falta… Isso faz com que muitas pessoas não acreditem na minha idade, (30 anos diga-se de passagem) e é preciso que as mulheres de quem me aproximo gostem de pessoas mais novas mesmo eu, muitas vezes, sendo mais velho, pra não me descartarem só num primeiro olhar uhahuauhauhaahuahu.
    Normalmente compenso essa minha aparência jovial demais com uma vestimenta mais alinhada, tenho pensado em usar um chapéu mas ainda não encontrei um estio que me agrade.
    Quanto a assertividade, é uma qualidade que admiro bastante e que preciso ter pra me levarem a sério, uma vez que as pessoas não acreditam na minha idade, depois de um tempo passam a me respeitar mas até lá eu preciso me impor e acho que ser assertivo é a melhor maneira, uma vez que procuro não criar atrito.

    Fiquem em paz.

  5. Fernando Antunes says:

    Fala pessoal do Papo H! Acompanho-os desde o podcast #25 e só agora é que tive coragem de deixar meu comentário, pois o tema grooming infelizmente é bastante controverso por aqui onde moro. Resido no interior do Ceará e por aqui ainda a prática da retirada de pelos mesmo que apenas de caráter higiênico ainda é um tabu, dos mais velhos até e mesmo de pessoas mais jovens que se esperava uma visão mais ampla do mundo atual. Se tu retira ou até mesmo dá uma aparada em pelos das pernas, tórax, braços muitos ainda te olham de forma atravessada, alguns põe em cheque tua masculinidade. Tenho bastante pelos nas pernas e frequentemente os aparo bem rente por conta do calor e por trabalhar de calça sempre (trabalho em obras), mas confesso que não me sinto a vontade nos primeiros dias e evito andar de bermudas, as pessoas conservadoras ainda observam esses detalhes por aqui, ainda mais se tratando de cidade do interior. Infelizmente é isso, aproveito para parabenizar pelo trabalho de vocês, torço pra que sempre continuem com esse trabalho bacana que fazem. Abraço!

    p.s: Muito fã da risada da Barbara. hehehe

Deixe um comentário