O Que Meias Coloridas Podem Dizer a Respeito do Homem Atual?

01/06/2013 10 Comentários por

calca_dobrada_meia_colorida_sapato_casual

Primeiro foi a dobrada na barra da calça, mas não aquela dobra para evitar o excesso, era para mostrar a meia, mas não uma meia qualquer, uma meia multicolorida, descolada e divertida. Pequenos detalhes como estes podem dizer muito sobre o homem atual, mas não só no tocante a moda, mas também no que diz respeito a comportamento e estilo de vida.

No final da década de 90 a moda masculina era a mais quadrada possível: tons outonais dominavam, social e casual mal se conversavam, gravata era coisa de escritório e chapéu mania de gringo, quem investisse em uma pulseira, por exemplo, era olhado de uma maneira estranha pelos colegas e amigos.

Ainda no começo dos anos 2000 as coisas não sinalizavam uma mudança, tínhamos os Nike Shox dominando os calçados e as camisas listradas como grande destaque do guarda roupa masculino, a única inovação até então estava no sucesso do sapatênis na metade da primeira década do século XXI e, por incrível que pareça, foi aí que as coisas começaram a ficar interessantes!

Em menos de 10 anos o homem passou a se interessar mais avidamente por moda, beleza, saúde e, não só por capricho ou vaidade, mas por uma vontade latente de ter uma vida melhor, mais completa. Grande parte deste desejo se deve a internet que trouxe mais informação ao nosso cotidiano e mostrou que no mundo inteiro se usa chapéu, que a gravata pode compor um look até para ir ao cinema e pequenos adereços, usados de maneira certa, podiam encher sua vida de estilo. Os blogs conseguiram falar de igual para igual com seus leitores, mesmo quando tratavam de costumes ou regras de estilo criadas há mais de cem anos, pois a confiança conquistada por este tipo de mídia deu abertura não só para a inovação, mas também para que o clássico voltasse a ter seu merecido lugar de destaque em nossa vida.

Muita gente não gosta da idéia de usar uma meia que não seja preta ou cinza, outros acham que dobrar a barra da calça um pouco além do limite é coisa de jeca, afinal gosto é uma questão muito pessoal, mas mesmo estes tem que admitir que o homem moderno está muito mais permissivo, aberto a novidades e menos preconceituoso do que o cidadão que andava pelas ruas no final do século passado. Este tipo de mudança, por mais banal que pareça, mudará para melhor nossa forma de relacionar com as mulheres, com nosso ambiente de trabalho e com nossos amigos. Nossa auto estima também não depende mais de contar vantagem sobre as conquistas nas baladas, nossa realização e muito mais pessoal, nos importa saúde, informação, cultura, relacionamento, ou seja elementos que agreguem valor a nossa personalidade, por mais que nos importemos com a maneira de vestir, a verdade é que isso é apenas a ponta do iceberg em um indivíduo de mente aberta, focado na qualidade de vida.

A maioria dos leitores do Canal Masculino é de jovens dos 18 a 25 anos, o que já nos dá uma boa ideia de como será o “cara” do futuro, mais descontraído, menos dogmático, pois quando eu tinha esta mesma idade, aprender a vestir-se bem ou a cuidar da saúde da pele ou dos cabelos era considerado supérfluo, mesmo que isso, no fundo, possa envolver temas importantes como melhor colocação profissional ou até prevenção de um câncer de pele!

Pois é amigos, estamos avançando e mesmo que seja a passos curtos, o importante é não aceitar a estagnação!

Leia também:

Destaques, Estilo, Grooming, Moda Masculina

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

10 Responses to “O Que Meias Coloridas Podem Dizer a Respeito do Homem Atual?”

  1. Anderson says:

    O homem moderno está mais eclético, menos quadrado, e cada vez essa mudança é mais nítida. Pena que na nossa sociedade ainda exista certos preconceitos, mas é bom observar que mesmo em passos lentos essas coisas estão cada vez mais ultrapassadas.

  2. Fábio says:

    Qual o nome do sapato usado no post?

  3. João Víctor says:

    Eu acredito que o homem está começando a fazer sua revolução, ainda que seja 50 anos depois das mulheres, e a maior liberdade da moda masculina é reflexo disso. Afinal, a revolução feminina veio acompanhada da calça comprida slack e da minissaia. Por que a nossa revolução não teria uma terno colorido ou uma camisa xadrez?

  4. Matheus Goulart says:

    o sapato é muito tri !!!!

    vc poderia dar dicas de com que roupas podemos usa-los

  5. Allison says:

    Dicas para homens mais velhos ? tentando ensinar meu pai a se vestir (40 e poucos anos) mas nem eu sei direito o que recomentar para alguem dessa idade. grato.

    • Ricardo says:

      Olá Allison,
      eu tenho 40 e poucos anos e uso muito, senão tudo, do que trato aqui no Canal Masculino. Hoje não há mais tanta distinção do que o homem na casa dos quarenta deve usar em relação ao jovem, o tipo físico influencia mais do que a idade.

      As combinações que misturam peças casuais com outras mais formais funcionam muito bem e apostar nos blazers e camisas de qualidade é garantia de não errar nunca.

      Neste post fiz uma lista de peças que acho fundamentais para um homem em qualquer idade, basta adaptar algumas coisas de acordo com seu trabalho ou hábitos de lazer: http://www.canalmasculino.com.br/checklist-do-guarda-roupa-basico-masculino/

      Abs.

  6. Guilherme says:

    Um derby camurça ou sapatos mais informais que podem ser usados com um jeans + meia por exemplo.
    Qual seria a meia mais adequada?

    Mto legal o canal!! Congrats

    • Ricardo says:

      Guilherme,
      sapatos de camurça podem ser usados com jeans sem problemas. A meia pode ser cinza claro ou médio para calça + sapato em tons claros e um cinza um pouco mais escuro para calça e sapato escuro, podendo usar preta também. Só não use meias brancas, essas devem ficar reservadas para atividade esportiva. Caso queira deixar o visual mais divertido, as coloridas fazem um bom serviço e não precisam combinar muito, a ideia é que elas contrastem mesmo.

      Abs

Deixe um comentário