Um Pouco Sobre Anatomia, Proporções e Caimento de Roupas

3

O tempo todo ouvimos que devemos vestir roupas adequadas ao nosso tipo físico, prestar atenção ao caimento das peças e tentar ressaltar nossas qualidades através dos recursos que a moda nos disponibiliza, mas pouco se explica sobre as proporções humanas, onde realmente fica o quê, e, finalmente, como respeitar estas medidas para criar harmonia em nossa silhueta.

A primeira coisa que você deve saber é que o corpo humano é incrivelmente proporcional e as roupas que você usa precisam respeitar essa proporção. Existem alguns padrões de tamanhos que se aplicam a todo mundo, com variações mínimas, como por exemplo a altura de uma pessoa que é equivalente a  7 ½ vezes a altura de sua cabeça (pode ser 8X em alguns casos) ou a largura dos ombros que tem 2 vezes essa medida básica. Na imagem acima é possível ver claramente essa relação.

Até mesmo uma simples camiseta pode destacar as partes certas do corpo.

Vamos usar como exemplo de caimento a roupa mais básica de todas: a camiseta de algodão. As costuras dos ombros têm que estar perfeitamente posicionadas sobre as articulações, dessa maneira elas se unem ao desenho do tórax, criando a forma de um trapézio, dando a ilusão que seus ombros são maiores. Se a camiseta for muito pequena ela estreitará seus ombros, se for muito grande diminuirá seus braços e te fará parecer desleixado, aí então dê adeus às proporções certinhas que a natureza te deu.

Agora, um exemplo de uma peça que, na minha opinião, deve ser evitada: a calça saruel. Inconscientemente todos nós sabemos onde o gancho de uma calça deve estar, quando jogamos este gancho lá para baixo, alongamos de maneira não natural o torso (ou tronco, se preferir), causando a ilusão de encurtamento das pernas, algo que ninguém quer, certo? O resultado não pode ser nada menos que um desastre anatômico, por mais que os moderninhos digam que este tipo de calça é a coisa mais bacana do mundo!

Ei cara, o que há de errado com suas pernas?

Uma parte da anatomia que não se espelha na moda é a cintura. Muito tempo atrás a cintura da calça ficava entre suas costelas e o quadril, um pouco acima do umbigo, local da verdadeira cintura anatômica, hoje, porém, fica no início do quadril. Essa mudança se deve a diversos fatores, mas acredito que o principal seja a estética dos anos 2000 baseada no culto ao corpo, onde a barriga tanquinho roubou a atenção dada anteriormente aos bíceps e tórax, portanto, cobrí-la com a calça não parece mais uma boa ideia como era no início dos anos 90.

Não pense que o caimento ajuda apenas quem está com o corpo em dia, muito pelo contrário, peças bem cortadas e bem escolhidas podem te deixar mais alto, mais forte e até mais elegante, usando apenas pequenos truques visuais que levam em consideração estas medidas universais, depende de você prestar atenção ao que está vestindo e ter consciência do seu tipo de corpo.

Veja mais algumas curiosidades sobre as proporções do corpo, elas podem não ser tão úteis, mas servem para impressionar os amigos na mesa de bar:

  • Os olhos têm entre eles o espaço exato de outro olho;
  • A distância do seu queixo até a base do nariz, da base do nariz até a linha da sobrancelha e da linha da sobrancelha até o início do couro cabeludo é exatamente a mesma;
  • De seu queixo até seus mamilos você tem uma distância equivalente a altura de sua cabeça, até o umbigo o tamanho dobra e com 3 vezes a medida chegamos ao fim do tronco;
  • A articulação dos cotovelos fica na altura de sua cintura, mas não a da calça, a verdadeira, aquela entre as costelas e a pélvis;
  • O tamanho dos pés ou das mãos não tem a mínima relação com o tamanho dos genitais, é claro!

3 COMENTÁRIOS

  1. Que droga! Com essas curiosidades sobre nossa simetria vc fez eu ficar me medindo às 05h00 da matina …….kkkkkkkkkkkkk

    Parabéns pelo blog, foi um achado! Seus artigos são interessantíssimos (tirando esse, claro) e bastante abrangentes.

Deixe uma resposta