Testamos: Barbeador Elétrico Remington R-455

30/04/2013 13 Comentários por

remington_r455_barbeador_eletrico

Usar barbeador elétrico durante algum tempo foi uma experiência nova, pois até então havia dado preferência às lâminas desde de que o primeiro fio de barba apareceu no meu rosto. Como o investimento em um aparelho como este Remington R-455 é razoável (R$189,00) a gente sempre acaba mantendo os velhos costumes, principalmente se o resultado deles ainda nos agrada.

Mas antes de qualquer coisa vamos as características do produto testado: o barbeador bivolt Remington R-455 tem 3 cabeças de alta rotação com 21 lâminas de titânio, ajusta-se aos contornos faciais devido a tecnologia Pivot & Flex e tem a função trimmer para acertar detalhes do barbear. O design garante uma empunhadura agradável, sem comprometer o produto visualmente ou deixá-lo pesado e desajeitado.

Comparação com a lâmina descartável

Pontos positivos:

– Prático para ser levado em viagens;
– Barbear mais prático e limpo, pois não necessita de água e creme de barbear;
– Ideal para ser levado a qualquer parte e para aquela aparada de emergência, antes de uma reunião, por exemplo;
– Menor perigo de cortes e ferimentos;
– Fácil de limpar.

Pontos negativos:

– Uma carga para meia hora de uso demora 24 horas;
– A operação é mais demorada em comparação a lâmina de barbear;
– O barbear não fica tão rente.

Pesando prós e contras…

O aparelho é ideal para se ter a mão em locais onde pode surgir a necessidade de estar bem barbeado, mas a o uso da lâmina pode ser complicado. Entretanto, por mais que tenha tentado, e neste caso não tenho como comparar com produtos de outras marcas, não consegui fazer a barba de maneira tão rente quando é possível com o barbeador com lâmina descartável.

Eu não descartaria o barbeador elétrico, muito pelo contrário, acho sua praticidade sem igual, mas quando é preciso um barbear rente, ainda manterei meus velhos costumes.

Mas vale investir em um barbeador elétrico?

Vale sim, principalmente se você se encaixa em alguns dos casos que citei anteriormente e que são sanados perfeitamente com este eletroportátil.

Mais informações: www.produtosremington.com.br/h_produtos_h.php

Leia também:

Destaques, Grooming, Tecnologia

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

13 Responses to “Testamos: Barbeador Elétrico Remington R-455”

  1. David Balotin says:

    Po, pra mim o fato de não ter um barbear rente praticamente já mata os elétricos. É uma pena, porque lâmina de barbear custa, ao meu ver, muito caro, e eu odeio fazer a barba.

    • Ricardo says:

      David,
      como eu disse, o quesito praticidade vale a pena. Imagine você ter que sair para uma reunião de última hora e ser obrigado a se barbear no escritório, basta deixar o barbeador elétrico na gaveta e dar uma bela aparada na barba sem nem gastar água. Acho muito prático!
      Abs.

  2. Marcel says:

    Descobri o barbeador elétrico 5 anos atrás, quando tive a chance de usar o barbeador de um amigo. Desde então abandonei as lâminas. Uso um Philips e o corte realmente fica bem rente, comparável ao da lâmina, e eu tenho a barba bem espessa e fechada. E a bateria dura umas 3 barbeadas, com umas 10h de carga na tomada.
    Agora estou precisando trocar, vou fazer um teste com o Braun, que dizem ser o melhor do mundo.

  3. Paulo Bastos says:

    Eu tenho um Phillips , e sinceramente não sinto falta das laminas . O meu unico item contra foi o valor das laminas do aparelho ( duram 2 anos ) ser quase o mesmo preço ( um pouco mais ) do aparelho novo ( parece impressora em relação ao cartucho de tinta ).

  4. Pedro says:

    Tenho um barbeador philips cabeça de corte de borracha, se molda perfeitamente na face, porém se a barba estiver um pouco longa ai ai doi doi, pucha o fio até arrancar. Quanto ao motor e o sistema eletrico muito bom. A Philips precisava melhorar as laminas de corte, ai seria o top de linha.

  5. Carlos says:

    Olá Ricardo, sou Carlos Oliveira, técnico de melhoria e desenvolvimento de aparelhos elétricos para cuidados pessoais.
    Gostaria de fazer algumas ponderações na sua matéria.
    Embora nela não diga por quanto tempo você utilizou o barbeador elétrico, acredito que seu problema é o da maior parte dos brasileiros: paciência para o aprendizado.
    Mudar o método de fazer a barba requer um certo tempo para se ajustar ao novo tipo de aparelho e depois que isto ocorre, algo por volta de duas semanas) jamais o barbear de uma lamina será mais rápido que o de um barbeador elétrico e sim, depois de aprender exatamente para onde deve-se movimentar o aparelho em cada parte do rosto, o barbear é sim quase tão rente como o de uma lamina, com a vantagem de não estressar a pele, com isto você pode utilizá-lo todos os dias sem problemas de pele irritada nem pelos encravados comuns de quem faz barba com laminas descartáveis.
    Bom, com isto espero ter ajudado a você e aos seus leitores.

  6. DTSardo says:

    Olá!
    Tenho 11 anos de experiencia com barbeador eletrico.
    O primeiro minha mulher trouxe de fora quando visitou a filha e era um marca diabo mas, usei durante 3 anos e fui para um a remington. Uso hoje o PF7300, é o segundo remington que comprei e está no momento de trocar porque a bateria vai durando menos e já troquei um para de laminas.
    Pretendo continuar na mesma marca. Nunca precisei de assistencia e tem um corte rente sem ferir a pele.
    Não existe custo beneficio melhor do que o eletrico comparando com lamin as , é só fazer a conta, laminas, pincel, creme de barbear,
    Espero ter ajudado.
    DTSardo

Deixe um comentário