O Que Esperar da Moda Masculina da Gap no Brasil?

21/09/2013 2 Comentários por

gap_brasil_colecao_inauguracao_ft02Nesta quinta-feira (26/09) a rede de lojas americana GAP abre as portas de sua primeira filial brasileira no Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, para quem ama um moletom com logotipo essa é uma ótima notícia, mas felizmente a marca, que ficou conhecida no Brasil justamente por vender esta manjada e insossa peça de roupa, também tem um repertório de básicos masculinos que, apesar de “básicos”, nunca são encontrados em uma versão decente a venda nas lojas brasileiras.

gap_brasil_colecao_inauguracao_ft01

Uma olhada na loja virtual da GAP revela que muitas das peças-chave para montar um visual bacana estão disponíveis em diversas opções e valores aceitáveis, só esperamos que ao chegar por aqui a grife mantenha essa política. Segundo comentários uma camiseta básica vai custar em torno de 39 reais, mais ou menos o valor praticado por lojas como a Zara, ou seja, as peças estarão ao nosso alcance, nem que seja durante a liquidação.

gap_brasil_colecao_inauguracao_ft16Blazer claro (check!) – Malha básica (check!) – Camisa em xadrez vichy (check!) ; P

Veja abaixo uma galeria de fotos com alguns exemplos da última coleção da GAP:

Mais informações: www.gap.com

Leia também:

Estilo, Moda Masculina

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

2 Responses to “O Que Esperar da Moda Masculina da Gap no Brasil?”

  1. Vitor Dantas says:

    Uma camisa básica lá sai por uns 99 reais e o material é muito ruim. Não vale a pena nem passar perto.

    • Ricardo says:

      Vitor,
      fiquei bem desapontado, achei que os caras vinham para ser mais competitivos, ou pelo menos foi isso que eles tentaram passar nas declarações a imprensa. Dá para investir o dinheiro de uma maneira muito melhor em outras marcas, até Calvin Klein está valendo mais a pena. Vamos ver se com o tempo eles vão se adaptando melhor ao mercado brasileiro, não seria o primeiro caso deste tipo.
      Abs.

Deixe um comentário