Dica: Combinando Cores Sem Muito Esforço

25/06/2013 4 Comentários por

combinando_cores_facil_05

Por que se esforçar para entender todos os meandros que cercam a arte da combinação de cores se existe um designer capacitado que pode fazer isso por você? Isso mesmo, quem é adepto do caminho mais fácil, ainda que ele não seja o mais perfeito, pode apelar para o conhecimento alheio a fim de resolver suas dúvidas sobre combinações de cores. Mas como isso é possível?

Coordenar peças com cores chapadas pode ser um problema, mas quando estamos falando de estampas com mais de uma cor já  temos a dica do criador daquele desenho sobre as combinações que funcionam bem, então basta reproduzi-las no restante do look!

Vamos a um exemplo prático:

 combinando_cores_facil_02

 A polo de manga longa escolhida para o look acima assinala todas as cores que funcionam bem. Como já temos bastante azul, a cor mais lógica para a calça era o bege (ou creme) presente no colarinho, o cinto ainda foi de azul mais em um tom claro, o burgundy das listras pode ser aplicado em um calçado como um tênis, um boat shoe, ou um brogue em camurça, ou seja, quem criou a polo deu a dica para o sucesso da produção inteira!

…….

combinando_cores_facil_07

Outro exemplo curioso: a esquerda uma combinação de azuis meio óbvia, mas a direita podemos ver que a gravata pode ter ditado quais seriam as cores da camisa e do lenço no bolso, o mesmo pode ser concluído ao analisamos a foto em destaque (topo).

…….

combinando_cores_facil_04

Aqui é o lenço que traz todas as cores presentes no combo inteiro, mesmo que blazer e camisa tenham sido escolhidos antes, o acessório deixa claro que ele é a escolha ideal para integrar o look.

…….

combinando_cores_facil_03

Mais uma vez a gravata parece ter sido o ponto de partida para a combinação, levando seus tons para a camisa levemente rosada e para a jaqueta, o cinto e a calça em tons de azul.

…….

combinando_cores_facil_06

No sujeito da esquerda encontramos uma combinação feita com base em tons complementares, mas o rapaz da direita pode ter se pautado na camisa xadrez para escolher o terno (ou vice-versa), afinal os azuis são bem próximos.

…….

Mais uma dica:

Você não precisa, necessariamente, usar uma peça que tenha uma boa combinação de cores em seu look, mas pode se inspirar em seu padrão para escolher as peças que vão compor o seu visual! Em outras palavras, um visual casual com camiseta não vai usar gravata, mas com as cores dela você pode se inspirar para combinar os elementos que farão parte do traje.

Opinião do autor:

Os exemplos usados neste artigo podem ter sido criados unicamente pela criatividade de seus usuários ou de profissionais que trabalham com produção de moda, mas é inegável que o recurso sugerido se encaixa bem nestes casos e pode ser uma mão na roda para quem não tem paciência de avaliar o que combina ou não no círculo cromático.

Leia também:

Destaques, Estilo

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

4 Responses to “Dica: Combinando Cores Sem Muito Esforço”

  1. Nyew says:

    Olá, Ricardo.

    Sou uma pessoa que nunca ligou para estes “detalhes” de vestir-se bem. Agora, felizmente, estou abrindo minha visão à respeito.
    Adorei o blog e ele está entrando em meus favoritos (não vi muita coisa ainda mas notei que é completasso!).

    Aproveitando o comentário, temos algum post que podemos definir como o bê-à-bá? Pois, como disse, estou começando agora e este universo parece complexo demais para um simples leigo como eu.

    Obrigado e parabéns!

  2. João Paulo says:

    Ricardo,

    gostaria de saber qual é o estilo ideal para homens baixo, pois, cada vez que saio para comprar roupas, tenho a sensação de sempre experimenta sacos, sinto-me sempre pequeno ao experimentar alguma roupa… (tenho 1,62 de altura).

    Obrigado,

    João Paulo.

    • Ricardo says:

      João Paulo,
      infelizmente seu problema não é de estilo, mas de numeração mesmo, a lojas existentes no Brasil trabalham com uma grade de numeração esquizofrênica que as vezes atende a uns, as vezes a outros. Eu tenho 1,80m e visto P em várias marcas, mas como posso ser P se estou acima da altura mediana do brasileiro? O correto seria existir algum tipo de padrão para numeração, mas enquanto isso não acontece você terá que continuar garimpando em busca de roupas que te sirvam, sinto muito…

      Abs.

Deixe um comentário