4 Tendências de Moda Masculina Que Provavelmente Não Vão Pegar

18/07/2012 6 Comentários por

A todo momento surge uma nova tendência e, consequentemente, aparece alguém dizendo que ela será a nova febre nos próximos meses. Assim como na música “A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana” dos Titãs, “o gênio da última hora é o idiota do ano seguinte”, portanto se aparecer um sujeito afirmando que qualquer um dos itens a seguir será um sucesso, duvide!

Calças Brancas ou Off-White

Basta abrir qualquer site, blog ou tumblr de moda masculina para encontrar looks incríveis com elas, mas nem tudo que fica bonito na foto vai bem na vida real. Poucas pessoas tem paciência de ficar o tempo todo se preocupando com o estado de limpeza de uma roupa que, sejamos francos, enfrenta todos os obstáculos não higiênicos do dia a dia, como bancos de transportes coletivos, poças d’água, lama e fuligem de escapamentos.

Quem poderá adotar: médicos, pais de santo e bicheiros. Ops, eles já usam!

Estampas Vintage, Havaianas e Florais

Dolce & Gabbana

Sabe aquela camisa com hibiscos que sempre faz parte da indumentária de um personagem ridículo em alguma comédia americana? Pois é, de uma hora para outra ela poderá se tornar o “must have” da estação. O único problema é convencer qualquer homem a usar um item que tem sido considerado horrendo desde a data de sua criação.

Quem poderá adotar: hipsters.

Baja Stripes

Essa camisa jeans da True Religion ficaria linda sem os detalhes nos ombros!

A revista GQ Americana já está alardeando que baja stripes, estas listras coloridas que foram sucesso nos anos 70, estão voltando com tudo, só é preciso especificar que estão de volta às prateleiras, mas não necessariamente ao seu guarda roupa. Muitas grifes estão investindo na tendência, como a True Religion, Topman e Ralph Lauren, mas sua aceitação é incerta, afinal, sua presença total ou parcial em camisas, camisetas, bermudas, calças e até acessórios deixam as roupas muito “manjadas”, o que significa que você terá de esperar algum tempo para repetir o uso da peça e quem valoriza o investimento de seu dinheiro em vestuário não quer comprar algo para deixar na gaveta.

Quem poderá adotar: fashion victims.

Candy Colors

Peça da coleção verão 2012 da Renner.

Um dos indicativos de tendências no Brasil são as grandes redes de varejo de moda. A Renner já mostrou em seu preview de verão 2013 que acredita em candy colors, aquela paleta de cores que lembra o mostruário de uma loja de doces. Tradicionalmente cores como rosa, azul bebê, amarelo e verde claro não são as preferidas do brasileiro, seja em tops como camisas e blazers, ou na indumentária abaixo da cintura, como calças e bermudas, porém, do outro lado do Atlântico até ternos de grifes top foram desfilados usando candy colors. Você encararia?

Mais uma foto para você meditar a respeito:

Obs: lembra do último super hit da moda, o color block? Então…

Quem poderá adotar: fashionistas (entenda este termo como preferir).

 

Opinião do autor:

Devo deixar claro que não estou gongando os tópicos acima, apenas demonstando que existem mais fatores contra a “melhor tendência de todos os tempos da última semana”, do que a favor. Enquanto isso, jeans skinny, xadrez, militarismo e visual rocker seguem fazendo sucesso entre os jovens, mostrando que apesar do que foi dito por mim lá no início do texto, existe sim, um espertinho que consegue, vez ou outra, apontar uma tendência que vai vingar.

Leia também:

Destaques, Estilo, Moda Masculina

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

6 Responses to “4 Tendências de Moda Masculina Que Provavelmente Não Vão Pegar”

  1. Eduardo says:

    Sem dúvidas algumas “tendências” não serão utilizadas por nós brasileiros, porque acho que ainda vai um tempo para nos acostumarmos a ~ficarmos na moda~, nossa cultura é diferente de outros países onde o homem tem que estar tão bem arrumado quanto a mulher. Mas, acredito que isso está mudando.

    Dessas tendências, acho que os “candy colors” dá pra aproveitar sabe? Combinar por exemplo essa bermuda com uma camiseta basica branca, fica bem legal, e é estar na “tendencia” sem ousar muito, o que não é dificil pra gente, e com isso todo mundo vai se acostumando.
    As estampas vintage acho que também dá pra aproveitar numa bermuda, como a Osklen já faz a algum tempo, e a Renner também tá apostando, mas os conjuntinhos, nem pensar.

    • Ricardo says:

      Olá Eduardo,
      no caso das candy colors, acho que a história do color block se repetirá, os grandes magazines venderão, muita genta vai usar combinando com outras peças (como você disse), mas no final não dará em nada e será esquecido.

      As estampas vintage já estão aí há um bom tempo, justamente em bermudas, a Richards faz isso há décadas, só que com uma cara mais moderninha e minimalista, mas o pessoal está tentando ressuscitar aquelas estampas com cara de filme havaiano do Elvis, aí eu acho difícil.

      Abs.

      • Eduardo says:

        É Ricardo, as estampas mais moderninhas que estão tentando colocar no mercado vai ficar dificil de pegar, porque você arriscar em algo minimalista é mais facil de acertar do que algo muito chamativo, que acabará sendo exclusividade dos fashionistas de plantão mesmo.
        As ~fast-fashion~ estão tentando inovar pra parte de cima também, hoje a tarde, em uma passada rapida pela Renner pude notar uma arara de camisetas justamente com essa estampa vintage, que estava cheia, e é da coleção nova, pelo visto, ou foi reposta ou ninguém havia colocado a mão. Agora em compensação a jaqueta de couro fake azul, só tinha numeração GG, e segundo a vendedora foi um sucesso de vendas, o que eu acho um avanço, já que é uma jaqueta diferenciada que foge dos nossos padrões, justamente pela cor. Acho que realmente o pessoal tá se tornando mais fashionista e sem medo de arriscar.

  2. Luiz Cesar says:

    Olá Ricardo, já acompanho o teu site a uns 6 meses, e ao me deparar com esse post de 2012 só posso dizer que vc deu um grande tiro no pé né, pois a maioria desses estilos parece que veio pra ficar mesmo, concorda?

    Um forte abraço!

    • Ricardo says:

      Luiz,
      na verdade a maioria delas não pegou! As baja stripes simplesmente desapareceram, a calça branca e off-white vende bem, mas poucos acabam usando, pois a praticidade fala mais alto (suja muito) e os florais estilo havaiano não saíram nem dos editoriais e já deram lugar as micro estampas e ao Liberty. As candy colors conseguiram vingar, mas só em calças e bermudas, muito diferente da ideia inicial que era colocar esses tons lavados em blazers, ternos e jaquetas. Ainda assim, fico contente com o fato dos homens estarem mais abertos às cores!

      Também é bom lembrar que essas tendências foram apontadas como algo que iria tomar conta da moda masculina, entretanto até as candy colors estão no vácuo das roupas coloridas, ou seja, o sujeito compra uma bermuda vermelha, outra roxa e acaba levando uma azul bebê só para complementar.

      No final das contas acertei 3 em 4, não foi tão ruim assim! ; P

      Abs.

Deixe um comentário