15 Regras de Estilo Masculino Segundo a Barneys New York

15/08/2013 7 Comentários por

barneys_new_york_15_regras_estiloA Barneys é uma cadeia de lojas de departamento sediada em Nova Iorque que só trabalha com marcas de luxo como Yves Saint Laurent, Balenciaga, Ralph Lauren, Armani, Belsatff e Balmain, só para citar algumas. Em seu informativo chamado “The Window” a empresa publicou uma lista de 15 regras de estilo masculino que vale a pena conhecer, pois, mesmo refletindo uma realidade um pouco distante da nossa em termos de moda em alguns pontos, em outros trás dicas universais para o homem que se preocupa com seu visual. Veja abaixo cada uma delas seguida de meus comentários:

1 – Todo homem deve possuir um terno feito sob medida. Ou dois!

Está correto, mas no Brasil os preços de um terno feito sob medida ainda são proibitivos para a maior parte da população, infelizmente. Ainda assim, se você tiver a oportunidade (ou $$$) de ter um bom costume desse jeito, não deixe passar!

2 – Vale o investimento: meias de cashmere. Acredite;

Cashmere é o tecido feito com a lã da barba mais terna do cabrito montanhês, portanto rara e caríssima, mas que tem um toque incomparavelmente agradável e confortável. Outra coisa que para os padrões brasileiros parece distante, não só em termos de valor, mas também por questões climáticas.

3 – Você deve saber como costurar um botão. Deixe todo o resto para os profissionais;

Fato. Você tem que saber se virar em uma emergência com um botão de sua roupa, mas operações mais complicadas tem que ficar por conta de quem entende do assunto, tentar fazer gambiarra pode te colocar em uma situação ainda pior.

4 – Acessórios devem ser acessórios, não afetações. Se você tem que pensar muito sobre eles é melhor deixar pra lá;

Concordo totalmente. Se você se torna escravo dos acessórios seu visual fica carregado e a tênue linha entre o estilo e o ridículo pode ser cruzada. Tome cuidado!

5 – O lenço deve complementar – não combinar – com a gravata. Quando em dúvida, um lenço de linho branco sempre parece a opção mais elegante;

Mais uma dica de mestre. Como já disse antes, não há necessidade de ficar combinando tudo a toda hora e os lenços usados no bolso do paletó encaixam-se perfeitamente neste raciocínio.

6 – Todo homem deve saber dar nó em uma gravata borboleta, até mesmo quando as ocasiões para usá-la parecem raras e distantes;

Pois é, não tenho muita expectativa de ser convidado para um festa Black-Tie tão cedo, mas em tempos de smartphones e internet móvel você pode acessar algum vídeo com tutorial ou baixar um app que ensina a dar nós de gravata, portanto acredito que está regra pode ser deixada de lado.

7 – Sapatos bem feitos podem te proteger por 10 anos ou mais. Retribua usando “shoe trees” (formas para sapatos) e dando polimento de vez em quando;

Esta regra é universal e, mesmo não tendo por aqui a mesma qualidade de calçados encontrada na Europa ou América do Norte, cuidar do seu sapato é fundamental para proteger seu investimento.

8 – Gravata estreita (skinny), colarinho pequeno. Gravata tradicional, colarinho do tamanho normal. Simples;

Muita gente ignora esta em trajes casuais, mas nos formais é melhor se esforçar para combinar os colarinhos e os tipos gravatas a fim de obter um resultado visual mais coerente.

9 – Algumas coisas ficam melhores com a idade, camisas brancas não estão entre elas;

Verdade! Com o desgaste e o amarelamento sempre tem um momento em que você tem que se livrar daquela camisa branca que você considera perfeita, mas não fique triste, logo achará outra.

10 – Sim homens de verdade vão a manicures;

Se suas mãos estão detonadas, com unhas roídas ou quebradas, livre-se do preconceito e procure uma boa manicure, pois este é o tipo de coisa que pode arruinar seu estilo, chamando a atenção das mulheres de uma maneira muito negativa.

11 – Quanto mais fina for a carteira melhor. Quem quer estragar as linhas do terno?

Os homens adoram carregar toda a sorte de tranqueiras dentro da carteira, mas quando ela vai para o bolso do terno ela arruína sua silhueta e destrói o caimento do traje. Se você não quer abrir mão da sua carteira estilo “pãozinho” quando está com roupa casual, pelo menos tenha outra para os momentos engravatados e leve só o fundamental, deixando em casa sua carteirinha de sócio do Criciúma FC e todos os vales e cupons de fast-food.

12 – Aprenda a vestir-se em camadas. Não há motivo para usar as peças de uma só maneira. A prática leva a perfeição.

Mais uma boa dica que vai aumentar em muito suas possibilidades de criar um look perfeito e desenvolver um estilo pessoal bacana. Só posso defender este tópico, pois falo disso desde o início do Canal Masculino!

13 – Você pode ter tratamento especial no aeroporto se tiver uma bela bagagem. E se você não tiver tratamento especial, pelo menos tem uma bela bagagem;

Tente ter uma boa bagagem com o tratamento que é dado a ela nos aeroportos brasileiros. É Louis Vuitton no embarque e sacola de feira na esteira do desembarque. Triste…

14 – Sim você pode usar gola alta (turtleneck). Duas palavras: Steve McQueen;

A gola alta não tem muita popularidade por aqui, provavelmente devido ao clima quente que pede roupas frescas que possam ser combinadas a outras e tiradas em caso de mudança de temperatura, mas lá fora tem muitos adeptos e alguns detratores. Eu acho bacana e quem quiser investir na peça tem meu apoio, afinal Steve McQueen não podia estar errado!

15 – Lembre-se: chega o inverno e seu sobretudo é a roupa que as pessoas mais verão, e talvez a única. Invista de acordo.

Esta regra vale apenas para uma parcela do nosso país que tem inverno de verdade. Mesmo aqui em São Paulo acontece de alguns invernos estarem mais para primavera, com alguns poucos dias de frio, do que para geada. Também temos que levar em conta o costume de usar  jaquetas e casacos mais leves com sobreposições de malhas e camisas, sendo raro o uso de sobretudos, trench coats e afins. Porém, assim se for adquirir uma peça deste tipo, capriche, mesmo que você a tire poucas vezes do armário ela chama a atenção, é um exemplar de qualidade vai garantir que isso aconteça pelos motivos certos.

Leia também:

Destaques, Estilo

Sobre o autor

Ricardo Terrazo Junior acredita que com bom senso e iniciativa qualquer homem pode se vestir bem. Quando não está escrevendo aqui divide seu tempo entre seu trabalho como designer gráfico e seu outro site, o Bazar Pop.

7 Responses to “15 Regras de Estilo Masculino Segundo a Barneys New York”

  1. Ronaldo Carvalho says:

    Estarei inaugurando uma loja de roupa masculina e gostaria de algumas dicas para montar a loja. Tipo de moveis, araras etc.. queria deixar um ambiente acolhedor usando coisas simples, explorando bastante madeira reciclável etc..

  2. Henrique says:

    Olá Ricardo. Parabéns pelo blog, sou visitante assíduo, e leio diariamente no mínimo uma matéria. Aderei o comentário do Criciuma FC, mas pra quem torce pro Tigre é difícil abandoná-lo. Abraço.

  3. Gustavo says:

    site muito bom que conheci a um mês atrás, para homens de verdade e com estilo.

    Ricardo, não entendi quando vc fala que os sapatos nacionais não tem a mesma qualidade dos internacionais… como assim?

    um par de sapatos comprados na Zara ou Mr. Cat por 200 reais são ruins então?

    Por favor elucide esta questão com mais detalhes.

    continue com o ótimo trabalho neste blog.

    p.s.: Soube recentemente que a Ferracini tem uma linha de botas agora, bem interessante.

    p.s.2: Ano passado estive em Buenos Aires e gostei muito da moda de inverno de lá, tem umas roupas masculinas com cortes diferentes que nunca vi por aqui. Los hermanos estón en la vanguarda? hehehe (perdoe meu “portunhol”)

    • Ricardo says:

      Gustavo,
      Não disse que os calçados nacionais são ruins, disse que não tem a mesma qualidade. Um coturno da Ellus custa quase a mesma coisa que um da Dr. Martens, compare os dois e veja qual parece mais resistente e bem feito.

      Os argentinos não estão na vanguarda, apenas tem um estilo diferente do brasileiro, é por isso que algumas roupas deles tem uma pegada mais européia.

      A Ferracini está com uns calçados bem bonitos, não tenho nenhum para falar da qualidade, mas em termos de design eles mandam bem.

      Abs.

  4. Jefferson Santiago says:

    Sou assíduo no Canal Masculino, tenho aprendido muito sobre estilo masculino, parabéns Ricardo.
    Informações sempre explicados de uma maneira fácil e agradável de entender.

    Abs.

Deixe um comentário